sexta-feira, 15 de Janeiro de 2016 11:53h Atualizado em 15 de Janeiro de 2016 às 12:03h. Secretária de Cultura de Minas Gerias

Museu Mineiro recebe a exposição AHUATZI: mirar desde o amanhecer (claro-escuros mexicanos)

Toques da arte mexicana penetram o Museu Mineiro, instituição vinculada à Secretaria de Estado de Cultura, integrante do Circuito Liberdade

A exposição ‘AHUATZI: mirar desde o amanhecer (claro-escuros mexicanos)’, do artista Armando Ahuatzi, será inaugurada na próxima quarta-feira, 20 de janeiro, às 19 horas, na Galeria de Exposições Temporárias do museu. A mostra fica aberta à visitação até 21 de fevereiro.

As obras consistem em pinturas narrativas, povoada de elementos que remetem o público a cenas do passado: frutas, aves, flores e utensílios, alacenas e vitrines de antigamente, cantos e coisas de um dia que já foi.  Na cromática de Ahuatzi, profundamente cálida e mística, a luz se transborda sobre os objetos centrais com refinamento na preparação da superfície e com uma composição quase cenográfica.

O secretário de Estado de Cultura, Angelo Oswaldo, infere suas impressões sobre os quadros. ”À primeira vista, o espectador se encantará com o virtuosismo técnico do pintor de Tlaxcala, na captação das imagens à maneira da escola acadêmica, em fidelidade perfeccionista à cena transplantada para a tela. Para além do corte realista, começará a penetrar nessas composições repletas de surpresa e mistério, sempre a revelarem algo inusitado ao olho armado de que fala o poeta Murilo Mendes”.

A embaixadora do México no Brasil, Beatriz Paredes, também tece entusiasmado comentário sobre o trabalho de Ahuatzi. “Tlaxcala está presente em seus quadros como está presente o emblemático vulcão Malinche em nossa geografia e na cosmogonia pré-hispânica da população dessa entidade. Como também o estão os edifícios eclesiásticos que qualquer conterrâneo reconheceria. Como também o estão as tradições regionais, eternizadas pelo registro em suas telas. Mas Armando Ahuatzi é muito mais que um grande pintor local, ainda que isso seja mais do que suficiente para sentirmos orgulho de sua obra”.

 

Armando Ahuatzi é umpintor originário de Tlaxcala, México. Dotado de grande talento, projeta com virtuosismo a riqueza das tradições e costumes da cultura regional. Estudou sob a direção do mestre Francisco Zúñiga, na Academia das Belas Artes “La Esmeralda”, sendo um importante seguidor da escola do pintor José Agustín Arrieta.

 

Sua obra tem obtido grande reconhecimento internacional, com destaque para exposições no Centro Cultural da Vila de Madri, Pinacoteca do Estado de Tlaxcala, Museu de Arte a Cidade de Tlaxcala, Museu da Cidade do México, Art Expo de Nova Iorque, Museu do Ministério da Fazenda e Crédito Público, Mostra Retrospectiva no Centro Médico XXI da Cidade do México e Palácio da Autonomia da Fundação UNAM.

 

A presente exposição já esteve em Brasília (galeria Espelho d’Água, Câmara Legislativa do DF) e em Ouro Preto (Centro Cultural e Turístico SESI-Ouro Preto) e agora passa a ser exibida para visitação na capital mineira.

 

 

 

 

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.