terça-feira, 23 de Fevereiro de 2016 14:06h Secretária de Cultura de Minas Gerias

Pintura colonial retorna ao acervo de Diamantina

O secretário de Cultura, Angelo Oswaldo, entregou à cidade de Diamantina, para guarda do escritório local do IPHAN, uma pintura sobre pano representando a Sibila Tiburtina, de 4.80 metros por 3.20

O secretário de Cultura, Angelo Oswaldo, entregou à cidade de Diamantina, para guarda do escritório local do IPHAN, uma pintura sobre pano representando a Sibila Tiburtina, de 4.80 metros por 3.20, que servia para cobrir um retábulo de altar da Igreja do Amparo, durante o período da quaresma. A cerimôniaaconteceu no último dia 20, na Casa de Chica da Silva, sede local do IPHAN. Movimento apoiado pela Secretaria de Estado de Cultura promove a identificação e visa o restauro e a proteção dos panos sibilísticos, seis deles ainda existentes na cidade. A especialista em história da arte, Maria Cláudia Magnani, de Diamantina, desenvolve ampla pesquisa historiográfica sobre o conjunto colonial, já tendo identificado mais três imagens dessa família, na Igreja de São Gonçalo do Rio das Pedras.

Ao tomar conhecimento da campanha, o colecionador Márcio Ferreira de Carvalho entregou ao secretário de Estado a imagem da Sibila Tiburtina, encontrada por ele em Belo Horizonte e incorporada a sua coleção particular. Elogiando a atitude do colecionador, Angelo Oswaldo solicitou ao IEPHA/MG o estudo e inventariação da peça, a fim de passá-la à guarda do IPHAN, em cujo escritório diamantinense já se encontra depositada uma outra Sibila. O importante, diz o secretário, é reunir e proteger essas curiosas figuras mitológicas, incorporadas por um sincretismo muito original como objeto litúrgico no antigo Tejuco dos diamantes. As Sibilas, nessas imagens, aparecem como vestais representativas das virtudes teologais cristãs. O fotógrafo Bernardo Magalhães realizou o registro das peças e fotografou, em detalhes, outras Sibilas pintadas sobre madeira, no forro da capela-mor da Igreja do Bonfim.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.