terça-feira, 24 de Maio de 2016 12:14h Atualizado em 24 de Maio de 2016 às 12:17h. Agência Minas

Programa Circula Minas, da Secretaria de Cultura, viabiliza viagens de mineiros à Europa

Espanha recebe grupo de pesquisa sobre patrimônio cultural; fundadora do Grupo Miguilim leva sua experiência a Portugal e Alemanha

As temáticas da cultura de Minas Gerais são pautas a serem tratadas em âmbito internacional. Com vistas nessa amplitude, atua o programa Circula Minas da Secretaria de Estado de Cultura (SEC), que está aberto a inscrições até 23 de setembro de 2016. 

Paulo Gustavo Von Kruger, Marcelo Santana Silvino e Thiago da Silva Ferreira estão com viagem marcada para a cidade de Burgos, na Espanha, para apresentar a pesquisa na qual estão trabalhando, mas, principalmente, para se atualizar no que se refere a um tema pertinente e urgente: a preservação e combate ao incêndio em bens do patrimônio.

 

 

 

Von Kruger, professor da Escola de Arquitetura da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), estabelece com os dois alunos um grupo de pesquisa que estuda a proteção das edificações tombadas e foram convidados para participar do Congresso Euroamericano Rehabend 2016, promovido pela Universidade de Cantabria. O trio participa do evento em 25 de maio.

Segundo o professor de arquitetura, tanto Espanha como Portugal são países de referência no que tange a proteção do patrimônio cultural, especialmente contra incêndios. A participação de Von Kruger e sua equipe no congresso em Burgos se faz imprescindível ao levar em consideração o alto número de bens tombados no estado de Minas Gerais, como explica o professor. “Nosso Estado é o que tem mais edificações chanceladas como patrimônio cultural em todo o país. Diante dessa informação, temos a missão de buscar referências quanto à proteção da nossa riqueza”.

 

 

 

As benesses da viagem dos três à Espanha se estendem a todos os mineiros e somente foi possível pelo programa da SEC. “Esse é um assunto incipiente por aqui e traremos toda a complexidade desse tema para implantarmos em Minas Gerais. Inclusive, como contrapartida, promoveremos um seminário para conscientizar mais estudiosos quanto à pertinência da pesquisa. Se não fosse o Circula Minas, nada disso seria possível”.

 

 

 

 

Nossas letras conquistam outro continente

O sertão mineiro e os neologismos de Guimarães Rosa continuam a expandir fronteiras e desembarcam em Portugal e Alemanha, no mês de junho. Maria Elisa Almeida, uma das formadoras do Grupo Miguilim, da cidade de Cordisburgo, Minas Gerais, foi uma das contempladas pelo Circula Minas e tem a missão de levar as experiências do seu trabalho nos dois países europeus.

Nos dias 14 e 15 de junho, Maria Elisa de Almeida participa da Conferência Internacional Portugal Literário, da mesa Casa de Autores, que tem como tema, além de Guimarães Rosa, os escritores Saramago, Fernando Pessoa, Ferreira de Castro. O evento acontece em Lisboa.

 

 

 

 

Depois, em 20 de junho, a mineira segue para a cidade alemã de Colônia, para o curso de literatura da língua portuguesa do Instituto PBI, onde vai narrar, oralmente, estórias para um público de várias faixas etárias.

Com o Grupo Miguilim, Maria Elisa Almeida faz um preparo de adolescentes de 13 a 17 anos para se formarem como contadores de estórias de Guimarães Rosa. Os alunos narram de cor os contos do autor mineiro de renome internacional.

Maria Elisa Almeida ressalta a importância do incentivo da SEC. “Pelo Circula Minas pude me lançar em duas oportunidades. São momentos para divulgação de um trabalho ímpar feito no interior de Minas Gerais. Guimarães Rosa é traduzido no mundo todo e narrar representa algo mais fidedigno ao universo semântico muito mineiro do autor”.

 

 

 

Circula Minas

O edital dispõe de R$ 300 mil para serem destinados a artistas, estudiosos da cultura, técnicos, agentes culturais, mestres e mestras dos saberes e fazeres populares, com residência permanente em Minas Gerais, para participarem de atividades prioritariamente culturais, promovidas por instituições brasileiras ou estrangeiras de reconhecido mérito.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.