sexta-feira, 8 de Janeiro de 2016 12:37h

Projeto Cultural traz atração circense a comunidades

Espetáculo de estilo circense está acessível em comunidades rurais de Divinópolis

O projeto Alegria de Roça 4, apoiado pela Prefeitura de Divinópolis, por meio da Secretaria Municipal de Cultura (Semc), apresenta espetáculo circense dos palhaços Pimpão e Fumaça em comunidades rurais e um urbano  bairro. O projeto é sequência da proposta executada em 2015, quando foi agraciado pela Lei Municipal de Incentivo à Cultura com o Prêmio Cultural.

O objetivo do projeto Alegria de Roça é proporcionar tarde de alegria e diversão aos espectadores. O empreendedor cultural Rogério Jacques disse que deseja expandir a ideia de que a arte do circo e do palhaço é “perpétua” e, “por mais distante que a localidade seja, com lama ou poeira, o artista deve ir aonde o povo está” .

“Percebemos quanto crianças e adultos necessitam de eventos que proporcionam interação cultural sem que seja preciso deslocar-se das comunidades”, disse. “Nas apresentações, é notável no semblante do publico o ar saudosista dos velhos circos que outrora circulavam pelas ‘roças’ locais. E os pais, quebrando a barreira da sociedade, podem voltar a ser criança junto com os filhos.”

O projeto envolve a comunidade na festa com crianças, junto com os pais, vendo de perto atração que poderiam apenas acompanhar na escola, ou no centro da cidade, ou se pagassem o ingresso em casas de espetáculos, disse Jacques.

As apresentações ocorrem em locais improvisados em salões, igrejas e até mesmo carroceria de caminhões e têm duração média de 1h30. Além da apresentação dos palhaços, outros artistas aderiram ao projeto para aumentar a interação cultural ainda mais — Hélio Gomes, violão e voz, e Vicente Barros, saxofone.



Cronograma de apresentação

10/1 — Comunidade de Cachoeirinha, manhã, e comunidade de Tamboril, tarde.
16/1 — Comunidade de Amadeu Lacerda, tarde.
17/1 — Comunidade de o Lopes, manhã, e comunidade de Branquinhos, tarde.
23/1 — Comunidade de o Quilombo, manhã, e comunidade do Choro, tarde.
24/1 — Comunidade de Buritis, manhã.
25/1 — Comunidade de Djalma Dutra.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.