sexta-feira, 3 de Junho de 2016 16:20h Secretária de Cultura de Minas Gerias

Projeto de residência musical vai percorrer MG por meio do programa Música Minas

Atividade inédita é iniciativa da Secretaria de Estado de Cultura e da Fundação de Educação Artística

A Secretaria de Estado de Cultura e a Fundação de Educação Artística de Minas Gerais (FEA) lançam, no dia 7 de junho, às 11 horas, na sede da FEA, projeto inédito no Estado. Trata-se do “Territórios de Invenção – Residências Musicais”, que irá percorrer, ao longo de cinco meses – de julho a novembro –, seis cidades mineiras, levando formação artística ao público do interior e da capital, sob a chancela dos mais consagrados músicos do país.

As cidades contempladas são Diamantina, Pouso Alegre, Montes Claros, Uberlândia, Ouro Preto e Belo Horizonte. Em cada uma delas, pelo menos um artista ficará duas semanas trabalhando com alunos da região processos de formação musical, aperfeiçoamento de técnicas, experimentação e aprimoramento.

 

O público interessado em participar do “Territórios de Invenção” poderá fazer a pré-inscrição, gratuitamente, pelo site www.residenciasmusicais.com.br, no período determinado para cada cidade. Na maioria dos casos, é necessário possuir conhecimento musical prévio para se candidatar às vagas. Apenas em Ouro Preto, as vagas serão destinadas a interessados na área de forma geral, e não necessariamente a estudantes e professores de música. A coordenação do projeto vai avaliar o currículo e a carta de intenções dos candidatos para confirmar a inscrição de cada um.

Serão quatro horas de aula por dia, ministradas em espaços parceiros do projeto, como os conservatórios musicais do Estado e as universidades.

O lançamento do dia 7 de junho vai contar com a presença do secretário de Estado da Cultura, Angelo Oswaldo, a diretora executiva da FEA, Berenice Menegale, e de artistas integrantes do projeto. Na ocasião, haverá também apresentação musical e palestra.

 

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.