segunda-feira, 3 de Outubro de 2016 15:44h SEC

Psiu Poético comemora 30 anos com apresentações literárias, performances, palestras e apresentações audiovisuais

Um dos eventos literários mais longevos de Minas Gerais completa em 2016 seus 30 anos de existência. Trata-se do Salão Nacional de Poesia Psiu Poético, cuja atuação ininterrupta promove intensa efervescência poética, literária, musical e artística. A movimentação poética se inicia no dia 4 de outubro, celebrado como Dia Municipal da Poesia, quando com as principais ruas de Montes Claros serão tomadas pelo Despertar Poético, uma ação que irá convidar a população a prestigiar e conferir a programação gratuita.

Com o slogan “Tripsiu:  Celebrando 30 anos” e a temática baseada na poesia negra, o evento segue com suas atrações até o dia 12 de outubro, e homenageia cinco poetas: Adilson Cardoso, Cláudio Bento, Conceição Evaristo, Cristiane Sobral, Evely Júlia, Ronald Augusto e Waldemar Euzébio, todos eles poetas negros de várias partes do país que têm na arte uma ferramenta para expressão, afirmação e compartilhamento de experiências. 

As atrações se apresentam em vários pontos de Montes Claros, como o Centro Cultural, Campus da Unimontes, Faculdades particulares, Praça Dr. Carlos, Mercado Municipal, Terminal Rodoviário, escolas públicas, entre outros. Apresentações de performances, poesia, shows musicais, palestras e apresentações audiovisuais, entre outras atividades culturais, integram a extensa programação.

A abertura oficial conta com a presença do secretário Estadual de Cultura de Minas Gerais, Ângelo Oswaldo, que participa do lançamento do livro “Antologia Psiu Poético: 30 anos do Salão Nacional de Poesia”, organizado por Jurandir Barbosa; além das publicações “Corrupião – poesias para viver melhor”, de Gilmar Catone e Cida Matos Catone; “Vermelho Intenso”, de Rógeres Gusmão Silva; “Minha vida é uma boa sorte, de Baltazar Duarte Fonseca, além de poemas de Adilson Cardoso, Conceição Evaristo, Evely Julia e Ronald Augusto. A cerimônia acontece no Centro Cultural Hermes de Paula, às 20h.

O PSIU POÉTICO

O Psiu Poético é o único salão nacional de poesia que resistiu ao tempo e às barreiras econômicas para se tornar um patrimônio não só de Montes Claros, mas do país. Ele se projeta além das nossas fronteiras brasileiras, sendo considerado o maior e mais longo na América Latina.

Psiu, são 30 anos de poesia

Angelo Oswaldo de Araújo Santos

Não é vã guarda a prontidão de Aroldo Pereira na poesia dos últimos trinta anos. Resulta em extensa obra que atrai o interesse e sempre surpreende quem ouve o seu psiupoético, siflado numa esquina de Montes Claros para ecoar mundo afora. Presença frutífera, ágil e inquieta, a poesia de Aroldo Pereira nasceu na década de 80 e celebra, com nova safra, os três decênios. O país emergia do autoritarismo, e uma vaga de experimentação renovava os influxos da tropicália, das artimanhas da Nuvem Cigana e da poesia beat, no corredor polonês das vanguardas, quando ele começou a escrever e lançou o salão nacional de poesia Psiu Poético. Tanto o encontro anual em Montes Claros quanto a sua inventiva produção guardam uma vitalidade que enfatiza a importância da poesia na cultura brasileira.

O raio desordenador de Raymundo Colares atravessou a cabeça de Aroldo Pereira, enquanto Hélio Oiticica revestiu os passos do poeta na ginga do parangolé. A marginalidade tem centros luminosos. No tédio e na solidão de sua “princesa decadente”, arando os campos haroldos e ovacionando Oswald, o criador do Psiu flertou com os tropicalistas do Brasil e os beats americanos, varou os grafites e a velocidade das ruas, cortou tribos e territórios urbanos e decolou do sertão para ganhar altura. No mundo das imagens, a ereção do poema se faz com palavras acesas. Torcer o verso como Torquato, gritar Olé, Oiticica, ler o “gibi” de Colares, escrever no fio da navalha para cortar as realidades repletas de “verdades vadias”. Rapto rápido como o rap no universo do verbo.

A comemoração das três décadas do Psiu Poético é um acontecimento significativo. Em outubro, em Montes Claros, poetas se reunirão no abraço a Aroldo Pereira, celebrando a vida, porque

há coisas miúdas q. nos encantam

mesmo faltando dinheiro para o aluguel

e a visita tendo q. dormir no sofá   

 

Poeta, ator, compositor e agitador cultural, ele “não se cansa de reivindicar, através de sua relação com a linguagem e com a vida, um lugar para o homem na ordem das coisas”, como registra Wagner Rocha, na abertura de “Parangolivro”, editado pela 7Letras em 2010. Sua poesia, enfatiza Rocha, “é marcada por uma necessidade de mexer nas feridas sociais, de traduzir em versos toda a dor da humanidade que atravessa grandes conflitos”. Poeta do nosso tempo, em “Geração” ele diz

passar no asilo

ver se reservaram

vaga pra minha

 

Aroldo Pereira pode saber que, nas bibliotecas, registros e acervos de poesia, a reserva está confirmada. Ele não precisa pedir licença para entrar. Sua numerosa lista de livros publicados tem lugar garantido pelo tempo que for, para o acesso das gerações que vierem.

A PROGRAMAÇÃO 

DIA 4 (TERÇA-FEIRA)

DIA MUNICIPAL DA POESIA – Montes Claros

08h – Despertar poético pelas ruas da cidade

20h – Abertura do 30º Psiu Poético – Lançamento de Livros

Antologia Psiu Poético: 30 anos do Salão Nacional de Poesia – Jurandir Barbosa (org.)

Corrupião – poesias para viver melhor – Gilmar Catone e Cida Matos Catone

Vermelho Intenso – Rógeres Gusmão Silva

Minha vida é uma boa sorte – Baltazar Duarte Fonseca

Poemas: Adilson Cardoso, Conceição Evaristo, Evely Julia e Ronald Augusto

Presença do Sec. Estadual de Cultura de Minas Gerais Ângelo Oswaldo Santos

Galés – Ronaldo Tobias com part. Especial de Fabiana Lima.

Obrigado Raparigas pela bela surpresa! Viva Santoro !!!

 DIA 5 (QUARTA-FEIRA)

 9h – Projeto Poesia Circular

Escola Estadual Profª Dilma Quadros. Rua Divino Espirito Santo, 290 – B. Planalto. Fone: (38) 3215-2330

15h – Palestra sobre as obras da 1ª Etapa do PAES

Intervenção Poética – Sarah Tomé, Marlene Bandeira, Soraya Santos

Morte e Vida Severina – João Cabral de Melo Neto

O Santo e a Porca – Ariano Suassuna

O Pagador de Promessas (filme) – Dias Gomes

O Burgo – Gregório de Matos

Palestrantes: Auíri Tiago, Marina Couto, Luciane Mota

20h – Lançamentos:

Quarentenário – Jurandir Barbosa

A quatro mãos – Sandro de Almeida e Caty D’áura com performance “Breve Encontro”

Sobras Completas – Jovino Machado

Palestras:

Tudo acontece na superfície e no interior da linguagem – Ronald Augusto

Becos e avenidas: lugares de minha escrevivência – Conceição Evaristo

 DIA 6 (QUINTA)

 9h – Projeto Poesia Circular

Cemei Santa Rafaela – Rua Firmino, 53, Bairro: Sta Rafaela, Tel: (38)3224-5172

15h – Palestras sobre as obras da 2ª Etapa do PAES

Intervenção Poética – Natália de Paula, Nathy Frutuoso, Túlio de Paula

Lucíola – José de Alencar

A Falência – Júlia Lopes de Almeida

A Mão e a Luva – Machado de Assis

Olhos D’água – Conceição Evaristo

O Lado de Dentro das Coisas – Karla Celene Campos

Palestrantes: Rennê Flávio Lopes, Manú Patente, Mannuelly Ferreira

20h – Lançamentos:

Sinestesia Versus Vida – Edson Andrade

Elogio à Beleza – Auíri Tiago

Performances poético-musicais:

Dança afro-contemporânea – Escola Corpo Luna & Ass. de Capoeira Sport Brasil

Poesia & música – Alex Aguiar, Leonardo Heliodoro e Paulo Eduardo

Amar’elo – Lorena Ely e Nelson Souza Soares

Palavra Muderna – Auíri Tiago, Alexandre Zuba e Mateus Sizilio

Banda Trilha da Margem

DIA 7 (SEXTA)

9h – Projeto Poesia Circular

Colégio Sólido de Educação – Av. Padre Chico, 403, Centro, Telefone: (38)3221-4271

15h – Palestras sobre as obras da 3ª Etapa do PAES

Intervenções Poéticas – Dóris Araújo, Santinha Teixeira, Evely Júlia

O Amanuense Belmiro – Cyro dos Anjos

Contos: Teleco, o coelho; O pirotécnico Zacarias; O homem do Boné Cinzento; O Ex-mágico da Taberna Minhoca – Murilo Rubião

Cabaré Mineiro (filme) – Carlos Alberto Prates Corrêa

Crepúsculo de Arame – Antônio Wagner Rocha

Amores Oblíquos – Evaldo Balbino

Palestrantes: Camila Souza, Francisco Danilo, Marcio Moraes

20h – Lançamentos:

Trinta Anos-Luz – Poetas celebram 30 anos de Psiu Poético – Aroldo Pereira, Luis Turiba e Wagner Merije

Escalafobética – Noélia Ribeiro

Subversos – Welcio Toledo

Performances poético-musicais:

Acústico Poético – Marcos Lima

Revival – Grupo de Literatura & Teatro Transa Poética

Negra Poesia: Cruz e Souza e Pedro Kilkerry – Caio Bastos

Denisar Mota e Banda Younglife

Banda Holossoma

DIA 8 (SÁBADO)

9h – Poesia no Mercado

Carlos Renier, Hamilton Ferreira da Silva ,Marcos Almeida, Maria Clara Godinho, Dailde dos Santos, Carla Andressa Aguiar, Anatália Moreira Freire, Gilmar Gusmão,Betinho,Felismino Francisco Neto, Albino José dos Santos, Julia Vitória Rodrigues, Palmíria Borges, Renilson Durães, Karla Campos, Mirna Mendes, Santinha Teixeira, Mané do Café, Luís Turiba, Wagner Merije ,Wagner Rocha, Marcio Moraes, Josecé Santos, Vera Veríssimo, Evely Júlia, Sandra Fonseca, Olímpio Elton, Auíri Tiago, Adilson Cardoso, Ronald Augusto, Waldemar Euzébio, Cícero Neto, Gabriel Lopo, Manoelina Ribeiro e Unidos da Capoeira.

20h – Lançamentos:

Beleza Estranha – Tércio Ribas Torres

Nem Raro nem Claro – Ronald Augusto

Roteiro Sentimental da Cidade de Jequitinhonha – Claudio Bento

Não Vou Mais Lavar os Pratos – Cristiane Sobral

Zigoto das Palavras – Rego Júnior.

Noite especial com os homenageados:

Evely Julia, Adilson Cardoso, Claudio Bento, Ronald Augusto, Cristiane Sobral, Waldemar Euzébio, Conceição Evaristo

Performances poético-musicais:

Coração de Barro – Shila Joaquim

Qual é a Cor dos Olhos de Minha Mãe? – Conto de Conceição Evaristo

Tripulação de Veneta

Cabaré – Músicas Artesanais para o seu Ouvido

O novo baile Perfumado – A outra banda da lua

DIA 9 (DOMINGO)

9h – Ocupação Poética na Feira de Artes

Desconstrução: Textos de Berthold Brech e de Eduardo Ojú – Cia de Teatro Popular Encenação – Dir.: Shila Joaquim

Rego Júnior – Bate-papo sobre poesia visual, oficina de poesia e contação de histórias.

Participações: Alda Pirfo Pereira, Giovanna Filpi, Alice Melo Lopes, Alex Aguiar, Terezinha Campos, Aroldo Pereira e Samuel Pereira, Túlio de Paula e Natália de Paula, Anatália Freire, Thereza Almeida, Beto Alves, Maria Santinha Teixeira, Manoel Messias, Helena Lopes de Souza, Virna Campos.

16h – Performance poético-musical

Textos e músicas de Chico Buarque de Holanda – Grupo Ponto de Partida

19:30 – Grupo Tear – Direção César Domiciano

Local: Galeria Godofredo Guedes

20h – Lançamentos:

Trovaecia – Marcio Moraes

Corpo Dele – Anderson Santiago

A Leveza da Vida em Versos – Beth Guedes

Performances poético-musicais:

Poemas Avulsos e Canções – Terezinha Campos

Saudade – Simone Santana

Dominguin – Domingos Ramos

Contos Amarelos e Notas Amassadas – Giovanna Filpi

Nóis é Favela – Sandro Cocão

Verdade Vergonha – Auíri Tiago

Pombo-Ogum – Anderson Santiago

DIA 10 (SEGUNDA)

9h – Projeto Poesia Circular

Escola Estadual Armênio Veloso – Rua Volfrânio Veloso, 132, Bairro de Lourdes, Fone: (38) 3213-1363

15h – Palestra: Carlos Drummond de Andrade e Paul Celan: resistência à barbárie nos poemas “Visão 1944” e “Todesfuge” – Prof. Dr. Antônio Wagner Rocha (Unimontes)

20h – Lançamentos:

Vozes do Silêncio – Bernardo Caldeira

Antologia AMALETRAS – Marlusse Pestana Daher (Org.)

20h – Cinepoesia – Vídeos e curtas:

Na Trilha – Arlete Aguiar

A mercê da Sorte – Ronaldo Caldeira

Liberdade Poética – Jairo Fará

Curta Poesia – Mateus Sizilio e Maria Cida Neri

Radiopoesia – Isabel Mendes

TEATROPOESIA – Cia de Teatro Popular Encenação (dir. Shila Joaquim)

Psiupoema – Rafael Carneiro

Caravana do Sarau do Mercado Paulista em Pânico – Mavot Sirc, Bruna Nostolere, Mané do Café, Carlos Benites e Nego Blues

DIA 11 (TERÇA)

9h – Projeto Poesia Circular

Shopping Popular Mário Ribeiro da Silveira

15h – Palestra: Psiu-quilombo: pulsações de um desejo emancipacionista – Anelito de Oliveira

20h – Lançamentos:

Nós da Poesia con Nosotros – Ênio Poeta/Brenda Marques

Do Amor e seus Descabelos – Dina Brandão

20h – Performances Poético-musicais:

Poemas paulistanos e esperança enfumaçada – Rosani Abou Adal

Briga Boa – Isabel Lopo

O Pênis do Espírito Santo – Djami Sezostre

Corpo e Palavra – Babilak Bah

Dança Baianá – Cia. de Danças Parafolclóricas de Montes Claros

#A Vontade – Bob Silva

DIA 12 (QUARTA)

9h – Poesia na rodoviária – Dia da Criança

Interação entre poetas, crianças, músicos, palhaços, atores e viajantes.

Performance para as crianças: Edmara Rosa

As Travessuras de Chico Prego – Alceu Augusto Medeiros

O Menino que Queria Voar – Roberta Rocha

16h – Programação infantil no auditório do Centro Cultural

20 h – Lançamentos:

Kaos Total – Jorge Mautner

20h – Performances Poético-Musicais

Borandá canta Ubuntu: odisseia musical afrobrasileira

Banda Cidadão Alienígena

Rafael Bessa e Banda Garimpo

Dançando no Céu – Homenagem ao bailarino Igor Xavier – Jobert Narciso e Banda

Jorge Mautner & A Outra Banda da Lua

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.