terça-feira, 8 de Dezembro de 2015 09:11h Atualizado em 8 de Dezembro de 2015 às 09:13h. Thais Fernandes

12ª edição da parada do orgulho LBGT foi um sucesso

Com muito entusiasmo, José Marcelo, presidente do movimento, comentou sobre o evento

A décima segunda Parada do Orgulho LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais e Transgênicos) em Divinópolis aconteceu no último domingo, no Mercado Distrital, final da Rua Pitangui. Segundo o presidente do movimento, José Marcelo, o evento foi um sucesso.

Com a participação de mais de 5 mil pessoas, José Marcelo comentou sobre o evento. “A Parada deste ano foi a mais bonita de todos os anos que a fizemos, contamos com a presença de pessoas de diversas cidades e também de outros estados, como do Rio de Janeiro e de São Paulo. Tivemos 18 shows e falamos sobre tudo o que aborda a comunidade LGBT, sendo sobre a importância da família, a importância da adoção, sobre as Doenças Sexualmente Transmissíveis e sobre AIDS, falamos sobre o número alto de HIV no estado, sobre o preconceito ao uso do preservativo e sobre a importância do seu uso, sobre os trabalhos sociais do movimento gay, falamos sobre todos os nossos direitos, sobre como o preconceito das pessoas ainda é forte, sobre a violência contra o homossexual, travestis e transexuais e muitos outros assuntos que abordam o nosso movimento”, comentou José.

Durante todo o evento, não houve nenhuma ocorrência, teve somente um problema técnico com a iluminação pública local, que rapidamente foi resolvido pela equipe de apoio com um gerador. A parada transcorreu normalmente, com muita alegria, tendo fim às 22h. A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros estiveram no local, porém não houve nenhuma necessidade para atuação dos mesmos. Para finalizar, José Marcelo deixou um recado: “gostaria de agradecer a toda população, todas as famílias que compareceram e embelezaram ainda mais a nossa festa, foi tudo perfeito. Desejamos fazer que esse evento entre para o calendário oficial da cidade, como sendo um evento público, porque nós temos uma participação boa da população. Gostei muito da participação das crianças, que estão sendo educadas para combater o preconceito, e ano que vem estamos de volta e esperamos novamente por esse sucesso”, finalizou o presidente do movimento.

 

 

Créditos: Divulgação

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.