sexta-feira, 26 de Fevereiro de 2016 10:56h

8 mil manutenções de iluminação pública

Cerca de oito mil manutenções já foram executadas na iluminação pública em Divinópolis, desde maio de 2015. A informação é da empresa KPL, responsável pelo serviço

Por semana são recebidas no ‘156’ em média 400 solicitações e 85% dos pedidos são atendidos de maneira imediata.

O trabalho que é supervisionado pela Prefeitura Municipal conta, além da troca de lâmpadas, com outros serviços como troca de relé, reator, capota e quando necessário, o braço de sustentação.

A ordem de serviço para a empresa KPL Instalações Elétricas iniciar o trabalho de manutenção na cidade, foi assinada pelo prefeito Vladimir Azevedo, em maio de 2015.

Na época, Vladimir destacou que o modelo de contrato assinado entre a empresa e o município foi vantajoso para os cofres municipais. “Fizemos um contrato com uma empresa divinopolitana, que gera mais emprego e riqueza para a nossa cidade”, ressaltou o prefeito.

O supervisor da área elétrica da KPL, Diego Alexandre, afirmou que a fase inicial de regularização dos pontos queimados, a chamada demanda reprimida, foi feita nos quatro primeiros meses. “Sabemos que a iluminação pública é um ponto principal para determinados locais. A manutenção preventiva segue dentro do nosso cronograma para evitar que as ruas fiquem escuras. Fazemos uma ronda com uma das equipes, para sempre melhor atender”, ressaltou.

O supervisor destacou ainda que dependendo da demanda, o trabalho é realizado sete dias por semana e com o uso de equipamentos pesados. “Tem situações que além da caminhonete, é necessário o caminhão, dependendo do local. Estamos sempre com equipes no fim de semana. Fazemos uma ronda com uma das equipes, para sempre melhor atender, mas lembrando que a demanda maior é sempre feita pela população,” concluiu.
O telefone para a população solicitar a troca de lâmpadas é o 156.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.