quinta-feira, 19 de Janeiro de 2017 14:43h Mariana Gonçalves

Abrasel apadrinha Prato da Casa e evento poderá ser realizado em todo estado

De Divinópolis para todo o estado mineiro – a frase é clichê, mas encaixa perfeita­mente no momento em que a ONG PróBar está vivendo. A ONG é responsável pelo Prato da Casa, Prato Rural, Ham­burguerrilheiros e o Seminário Sabor&Negócio e, em parceria com a agência 1829, realiza também o Festival Cerveja em Cena.

Como já é do conhecimento de grande parte da população, tudo começou por meio do festival Prato da Casa (PDC), aqui em Divinópolis, e, com o seu crescimento, veio a ONG e os demais produtos. Desde a vinda de uma subsede da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) para o município, estava em negocia­ção a possibilidade de que os produtos da ONG fossem para a Abrasel – em uma parceria entre estas duas instituições. E foi exatamente isso que ocorreu, a parceria foi realizada e hoje todas as ações coordenadas pelo PróBar estão também vin­culadas à Associação – que tem subsedes tanto no estado de Minas Gerais quanto fora dele. “A Abrasel tem uma vitrine de produtos, ela está entre as dez mais importantes entidades do setor da alimentação fora do lar da América Latina. Então o Ricardo, que é presidente es­tadual da associação, nos fez o convite, que é colocar o Prato da Casa dentro da vitrine Abrasel e caminhar junto. Um desafio para nós”, comenta o diretor do PróBar, Gustavo Bicalho.

Segundo Gustavo, neste momento, a equipe irá traba­lhar dentro de Minas Gerais, contudo, a Abrasel já demons­trou interesse que o projeto seja levado para todo o país. “Temos aqui mais de 800 municípios, então vamos focar aqui e, de acordo com o que formos ca­minhando, pensamos em uma expansão nacional”, acrescenta.

A partir de agora, qualquer seccional da Abrasel tem direi­to a usufruir dos produtos do grupo PróBar. De acordo com Gustavo, o projeto irá funcionar da seguinte forma: “Existe o interesse de alguma cidade que está assistida pelas regionais da Abrasel em fazer o festival gas­tronômico nos moldes do Prato da Casa, ou do Prato Rural, ou então os demais produtos que temos, então vamos até aquele município junto à Abrasel e vamos realizar a ação lá – isso também de acordo com o es­tudo que faremos em relação ao que cabe fazer naquela região, qual o evento que melhor irá atender à população, porque, por exemplo, às vezes a cidade é pequena e não cabe o Prato da Casa, mas cabe o Prato Rural”, explica.

Onça do Pitangui será uma das primeiras cidades a receber as ações da ONG neste novo formato de parceria. “É um município onde as comuni­dades rurais têm mais habi­tantes que a própria cidade. Lá faremos o festival Prato Rural. Programamo-lo para meados de maio. A proposta da Abrasel é que a gente realize 30 festivais no ano com produtos do grupo PDC”, pontua.

PRATO RURAL

Em Divinópolis, o primeiro evento realizado pelo grupo PDC será o Prato Rural – even­to que abre as festividades da Divinaexpo. “Já começamos as especulações em relação às comunidades rurais partici­pantes. Novas comunidades já estão nos procurando, o Prato Rural é um festival simples e que já é muito querido”, frisa.

De acordo com Gustavo, serão quatro dias de Prato Ru­ral. “A comunidade rural que quiser participar, quiser se unir, como as pessoas do Quilombo fazem, eles se unem em prol da comunidade e, durante o evento, todo mundo participa, a verba arrecadada é toda para eles. Então as comunidades que quiserem participar podem nos procurar”, comenta o diretor da PDC.

Assim como as receitas do circuito Prato da Casa foram organizadas em um livro, o Prato Rural também terá uma edição bastante especial. Outra novidade, é que, segundo con­tou Gustavo, os campeões deste evento rural estarão presentes na festa de encerramento do Prato da Casa.

PRATO DA CASA

O ano de 2017 promete grandes novidades para todo o sistema PDC, entre elas está o aumento no número de par­ticipantes e também o 'sabor' escolhido para que os partici­pantes trabalhem nesta edição. No ano passado tivemos os Sabores do Cerrado, para a 13ª edição, foi escolhido o Roças de Minas. O evento será do dia 29 de junho a 5 de agosto.“Fomos muito felizes ano passado, com os sabores do cerrado, conseguimos resgatar a cultura da nossa região, o saudosismo ficou aflorado, chegamos a ver pessoas comendo e chorando, porque estavam lembraram da avó, ou de algum momento bom do passado. Para esse ano, nós, que já somos parceiros da agricultura familiar e que de certa forma sempre trabalha­mos com os produtos da roça, colocamos ele como o tema”, afirma.

Todos os participantes de­verão usar em seus pratos in­gredientes característicos da roça. Por falar em participantes, nesse ano, serão cerca de 25 estabelecimentos – porém somente dez concorrerão ao título de melhor Prato da Casa, comenta Gustavo. “Vamos fa­zer um resgate aos ‘butiquins’, esses que são pequenos mes­mo, estarão dentro da nossa rota do sabor – então serão dez ‘butiquins’, eles poderão ser visitados em qualquer dia durante o festival – não haverá um dia específico para eles. Quem também irá entrar para a rota do sabor são os bares do Mercado de Divinópolis. Ima­ginamos ter então uns 25 bares participantes”.

A cada ano, o Prato da Casa conquista ainda mais admira­dores e vem mostrando a sua força em relação ao número de pessoas que circulam pelos bares durante o festival e tam­bém no dia do encerramento. “Ano passado, no Prato da Casa, tivemos um público recorde nas visitas do circuito e também na festa final, o evento começou às 11h e terminou às 23h. Uma novidade é que, além dos ven­cedores do Prato Rural, teremos também na grande final do Prato da Casa os três finalistas do hamburguerrilheiros – Ten­nessee, Santa Rosa e o Charlies”, finalizou o diretor do evento.

© 2009-2019. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.