quinta-feira, 5 de Novembro de 2015 09:12h Atualizado em 5 de Novembro de 2015 às 09:14h. Pollyanna Martins

ACCCOM realiza ações para marcar o Novembro Azul

Em novembro, as ações são direcionadas para a saúde do homem e, principalmente, para o câncer de próstata

Tão importante quanto discutir a saúde da mulher, é discutir a saúde do homem. Para isto, a Associação de Combate ao Câncer do Centro Oeste de Minas (ACCCOM) irá intensificar as conscientizações durante o mês de novembro, com a campanha ‘Novembro Azul’. Além de Divinópolis, as ações serão realizadas em: Bom Despacho, Carmo do Cajuru, Iguatama, Oliveira, Piumhi e São Sebastião do Oeste. O objetivo da campanha é alertar o homem sobre o cuidado com a sua saúde e, principalmente, fazer um alerta para o câncer de próstata.
De acordo com a enfermeira responsável pela Prevenção da ACCCOM, Sara Lemos, as mulheres estão engajadas nas campanhas, como o ‘Outubro Rosa’, mas os homens ainda precisam aderir à campanha do ‘Novembro Azul’. Sara ressalta que a situação é semelhante em todo Brasil, e que o ‘Novembro Azul’ será voltado para a discussão da saúde do homem. “A gente vai fazer várias ações durante o mês. Nós vamos falar só para os homens nessas ações. Nós começamos oficialmente a campanha nessa terça-feira (3), levando o que a campanha desse ano prega, que é que os homens cuidem da sua saúde, de um todo, não só especificamente próstata”, detalha.
Conforme o Instituto Nacional de Câncer (INCA), o câncer de próstata é o segundo mais comum entre os homens (atrás apenas do câncer de pele não melanoma). Em valores absolutos, é o sexto tipo mais comum no mundo e o mais prevalente em homens, representando cerca de 10% do total de cânceres. A enfermeira frisa que o câncer de próstata tem 95% de chances de cura quando descoberto em fase inicial. “O câncer de próstata tem 95% de chance de cura quando descoberto no início e, assim, o homem não tem sequela. Não tem como fugir do processo do PSA (exame de sangue) e do toque retal, porque eles andam juntos, uma coisa complementa a outra, outros exames ficam a critério do médico para poder fechar o diagnóstico, mas isso é importante ser feito”, ressalta.

 

EXAME E PRECONCEITO
Segundo o INCA, em 2014, surgiram 68.800 novos casos de câncer de próstata, e em 2013, foram registrados mais de 13 mil mortes devido à doença. É indicado que os homens façam os exames de próstata a partir dos 45 anos, e quando há casos de câncer de próstata na família, o exame deve ser feito antes. Sara destaca que o preconceito ao toque retal é uma das maiores barreiras para ter o diagnóstico precoce, e que a doença na fase inicial não tem sintomas. “Nós já vimos casos de homens que estavam na terceira idade e, por vergonha, que escondiam a doença até a família descobrir. O PSA (exame de sangue) é fornecido gratuitamente nos postos de saúde, e o toque retal deve ser feito pelo urologista. Precisa desmistificar o exame de toque. O toque é um detalhe, do mesmo jeito que é desconfortável para a mulher fazer o preventivo com aquele espectro. O toque retal não tem aparelho, dura menos de 5 minutos, e isso pode salvar uma vida”, enfatiza.
A causa do câncer de próstata ainda é desconhecida. De acordo com a enfermeira, quando em fase avançada, os sintomas da doença são: urina entrecortada, problemas de ereção, dor lombar, dor na bacia ou joelhos, e sangramento pela uretra. “O homem não consegue fazer um jato forte de urina, ele tem muita necessidade de urinar à noite, ele sente aquela vontade de urinar, mas não consegue, o abdômen fica inchado, esses são alguns sintomas, principalmente a partir dos 50 anos”, informa.

 

AÇÕES
No sábado, 28 de novembro, a ACCCOM realizará uma ação na Praça da Catedral, a partir das 17h, para conscientizar o público masculino sobre a importância da prevenção do câncer de próstata. A equipe de Prevenção da ACCCOM e o urologista Dr. Denny Veloso irão orientar aos homens sobre a doença e, em alguns casos, será solicitado o exame de sangue. “Nós queremos engajar os homens no Novembro Azul. Nós vamos orientar o que este homem deve fazer para ter uma vida saudável. É uma campanha de alerta para a saúde do homem”, conclui. O evento contará ainda com a presença de uma academia de ginástica, e os educadores físicos vão aferir pressão, pesar, medir e dar dicas sobre alimentação saudável e atividade física. Brindes serão sorteados, e após a missa, a festa será encerrada com um show da banda Fator RG7.

 

Créditos: Pollyanna Martins

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.