quarta-feira, 28 de Janeiro de 2015 09:51h Jotha Lee

Acidentes com vítimas fatais caem 48% na MG-050 em 2014

Concessionária atribui redução ao volume de investimentos aplicados nos últimos sete anos

A concessionária Nascentes das Gerais, que administra o Sistema MG-050, divulgou balanço estatístico ontem, que traz uma boa notícia para os usuários da rodovia. De acordo com o levantamento, os acidentes com mortes na principal via estadual da região tiveram queda de 48% em 2014 em relação ao ano anterior. “No comparativo com 2013, as ocorrências com vítimas fatais foram reduzidas de 62 para 32”, informa a Nascente das Gerais.
Ainda de acordo com o balanço da concessionária, o número total de acidentes também foi reduzido de 1.614 ocorrências em 2013 para 1.428 no ano passado, configurando uma redução de 11%. O trecho administrado pela Nascentes das Gerais, de 371,4 quilômetros, é o maior de uma estrada estadual mineira sob responsabilidade da iniciativa privada e liga Juatuba, na região metropolitana de Belo Horizonte, a São Sebastião do Paraíso, na divisa entre Minas e São Paulo. A rodovia corta municípios de grande importância na economia do Estado, como Divinópolis e Itaúna.
O diretor-executivo da Nascentes das Gerais, Joselito Castro, explica que a melhoria nas condições de segurança ao longo dos 371,4 quilômetros de extensão do Sistema MG-050 é resultado dos investimentos em melhoria feitos até agora. De acordo com a concessionária, desde junho de 2007, quando entrou em vigor o contrato de Parceria Público-Privada (PPP), até dezembro de 2014, os aportes em melhorias e ampliação da via atingiram R$ 628 milhões.
Os investimentos da concessionária permitiram a construção de 20 quilômetros de duplicações, 78 quilômetros de terceiras faixas, 24 quilômetros de correção de traçado e intervenções importantes, como passarelas, pontes, viadutos, acostamentos, passagens inferiores de pedestres e recuperação do pavimento.
Para Joselito Castro, os investimentos deram mais segurança e comodidade aos usuários da MG-050. “Com mais de R$ 600 milhões em obras, conseguimos melhorar o padrão da via, oferecendo mais conforto e segurança para os usuários”, assegurou.
Ainda segundo a concessionária, no biênio 2015-16, o ritmo das obras continuará intenso, com duplicação de mais 30 quilômetros, outros 33 de terceiras faixas, mais 20 quilômetros de correções de curva e dispositivos de retorno e acesso, totalizando 37 unidades. “A malha viária administrada pela Nascentes das Gerais já melhorou e o padrão continuará melhorando nos próximos dois anos”, garantiu Castro.

 

 

ANEL RODOVIÁRIO
De acordo com a Nascente das Gerais, além das obras, dois outros aspectos contribuem para a diminuição de acidentes, sendo os Planos de Gestão Social e de Segurança Rodoviária. O primeiro promove ações sociais com foco na educação para o trânsito, tendo acumulado cerca de três milhões de pessoas beneficiadas. O segundo prepara ações de engenharia com obras e sinalização ostensiva, alinhando atividades educativas e parceria com a Polícia Militar Rodoviária Estadual e o Corpo de Bombeiros Militar.
Entre os investimentos anunciados pela Concessionária para o próximo biênio está a duplicação de mais dez quilômetros do anel rodoviário de Divinópolis. O projeto prevê a duplicação do trecho entre os quilômetros 117 e 127, que vai da ponte sobre o Rio Itapecerica até o bairro Quintino. Uma das novidades será a construção de duas pistas elevadas, que começarão próximo à ponte sobre o Rio Itapecerica, indo até o trevo de acesso ao bairro Bom Pastor.
As duas pistas elevadas serão destinadas ao tráfego de veículos que passam direto pelo anel rodoviário, com destino a Belo Horizonte ou ao Sul de Minas. Já as atuais pistas serão reformadas e serão utilizadas como marginais, que permitirão a conversão dos veículos ao perímetro urbano de Divinópolis.

 

Crédito: Jotha Lee

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.