sexta-feira, 7 de Agosto de 2015 10:24h Atualizado em 7 de Agosto de 2015 às 10:27h. Mariana Gonçalves

Adutora se rompe e engole parte do asfalto no Porto Velho

A Rua Gabriel Passos, localizada no Bairro Porto Velho, recebe diariamente um grande fluxo de veículos leves, e principalmente pesados – por ser o acesso de maior agilidade até a Gerdau

Na madrugada da última quinta-feira, uma adutora da Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa), se rompeu e engoliu uma boa parte do asfalto. Por sorte, no momento em que a cratera abriu, não havia veículos trafegando no local. Ainda na madrugada, a equipe de plantão da Copasa foi informada da situação por meio de ligação telefônica, e ao comparecem no local, constataram que o reparo seria bastante complexo, inclusive o fornecimento de água para os bairros Mangabeiras, Maria Helena, São João de Deus, São Luiz, Niterói, Itaí, Porto Velho e Interlagos, tiveram que ser interrompidos. Até o fim da tarde de ontem, a situação de abastecimento não havia sido normalizada.
Segundo nota enviada pela assessoria de comunicação da Copasa, os trabalhos para manutenção da adutora continuam sendo realizados. Ainda em nota, a companhia pede que a população dos bairros cujo fornecimento de água teve que ser interrompido, tenha paciência e economizem água de seus reservatórios. Segue pedido na integra: “A Copasa pede a colaboração dos moradores desses bairros no uso da água de seus reservatórios domiciliares. Acompanhe as manutenções corretivas no nosso perfil oficial no Twitter: https://twitter.com/CopasaMG".
Durante o dia de ontem, uma equipe do Corpo de Bombeiros também compareceu na Rua Gabriel Passos, no intuito de avaliar se o local ainda apresentava riscos, visando garantir a segurança dos usuários da pista e também dos funcionários da companhia que estão atuando na obra de reparo. A parte onde está a cratera, foi isolada, agentes da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (Settrans), estão ajudando no controle de trânsito do local.

 

EM OBRA

Conforme relatou alguns dos comerciantes próximos da cratera, nessa rua ocorrem frequentes problemas envolvendo o rompimento de canos. Os comerciantes disseram ainda, que é comum ver sempre placas de obras da Copasa no local.

 

Credito: Mariana Gonçalves
Credito: Rodney Richardson

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.