quinta-feira, 20 de Dezembro de 2012 09:38h Mariana Gonçalves

Alimentos que podem trazer sorte e afastar o azar caem no gosto dos divinopolitanos

A proximidade das ceias de final de ano reascende as superstições de muitas pessoas. Principalmente as que envolvem os alimentos consumidos no Natal e na virada do ano.

Para muitas pessoas dezembro significa o mês das superstições, por envolver o Natal e a expectativa de bons fluidos para um novo ano. Na noite da próxima segunda feira (24), os cristãos irão comemorar o nascimento de Jesus Cristo, com a tradicional ceia. E para muitas pessoas, os alimentos escolhidos podem trazer energias positivas ou negativas para o próximo ano.
De acordo com o tarólogo Léo de Castro, existe muita superstição sobre os alimentos. Por exemplo, tem pessoas que não compram para ceia aves que ciscam, pois dizem  que a vida pode andar para trás, ou então, não comem carne  de porco, por ser um animal que “fuça” a terra e pode não trazer sorte. O tarólogo explica que esses conceitos, são apenas superstições, pois se pararmos para analisar, já que a ave cisca e pode fazer a vida andar para trás, não faz sentido que a pessoa deixe de ingerir esse alimento só no dia da ceia, e depois continue se alimentando do mesmo normalmente durante o resto do ano.
É importante ressaltar que o que tiver que acontecer com você durante o ano, independentemente dos alimentos que você venha a ingerir irá acontecer. Mas, todos os anos no zodíaco são regidos por uma força e conforme Léo de Castro, para 2013 o ano regente será o de Saturno. “Então com relação às comidas da ceia, Saturno não gosta muito de comidas que venham debaixo da terra, alimentos enraizados, porque significa sufoco, então geralmente legumes que dão raízes sufocam as pessoas por dentro. Mas, Saturno gosta de alimentos que dão em cima da terra, porque fluem, fazem crescer e enaltecem as pessoas” explica o tarólogo.
E para aqueles que seguem firmemente as implicações do zodíaco para o próximo ano “ Elas irão precisar comer bastante legumes, e folhas. Não será um ano muito bom para beterraba, e outros alimentos de raiz”afirma Léo de Castro.
Além das superstições que rondam a ceia natalina, existem também as simpatias e as comidas da virada do ano. Para muitas pessoas, o alimento ingerindo no réveillon pode significar e muito se o ano será favorável ou não para ela.
Algumas simpatias básicas, não podem faltar como explica o tarólogo “eu sempre falo todo ano para as pessoas pegarem três uvas e na hora da virada irem comendo uma a uma e fazer um pedido enquanto comem. Dos três pedidos que você fizer ao comer a uva, provavelmente dois deles serão realizados  no próximo ano” explica Castro.
Outra simpatia bastante conhecida é você pegar três sementes de romã e enterrar, fazendo também três pedidos. Ou no dia dos três magos, você comer três sementes de romã, jogar três para trás e guardar três em uma nota de dinheiro e colocar na carteira.
Sobre os alimentos, o misticismo traz a lentilha como uma opção para atrair a sorte; segundo algumas histórias, uma colher de sopa é suficiente para assegurar um ano inteiro de muita fartura à mesa. A origem desta superstição é italiana e foi trazida para o Brasil pelos imigrantes. Comer nozes, avelãs e  castanhas na virada do ano também, segundo mitos, atrai fartura e um ano de mais facilidades.
Existem diversas histórias sobre comidas que podem trazer azar e sorte. Mas, independente disso cada ano traz surpresas diferentes para as pessoas. Por isso vale ressaltar que mesmo a pessoa acreditando e sendo fiel a todos esses aspectos, a certeza de um ano ser ruim ou bom, não será definida pela escolha do alimento ingerido no Natal ou na passagem de ano.

 

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.