quinta-feira, 18 de Junho de 2015 10:38h Atualizado em 18 de Junho de 2015 às 10:40h. Mariana Gonçalves

Almoço beneficente é realizado em prol do Santuário de Frei Galvão

As obras de construção do Santuário São Frei Galvão, no bairro Jardim das Oliveiras, já acontece há bastante tempo

À medida que as doações chegam até a paróquia, o dinheiro é usado exclusivamente para as obras, no entanto, o valor das doações tem caído bastante, e sem esse recurso é impossível continuar com um projeto do porte que está sendo executado. Pensando nisso, recentemente o Clube dos Amigos abraçou a causa é irá promover no dia 19 de julho, a partir das 9h30, no SPA Hotel Pingo de Ouro, uma feijoada beneficente.

De acordo com um dos participantes do Clube, o empresário Geraldo Barros, o ingresso está sendo vendido na loja da Gemáquinas – que fica na Avenida JK, n°2100 –, pelo valor de R$ 20 e a mesa com quatro lugares a R$ 80. “A programação será aberta com missa campal celebrada pelo padre Chrystian Shankar. Após a missa, haverá música ao vivo e, ao meio dia será servido um delicioso almoço com a feijoada no cardápio principal”, conta Geraldo.

O empresário destacou ainda que, além de ajudar na construção do Santuário, as pessoas que participarem da ação poderão desfrutar de um maravilhoso dia em meio à natureza, pois o local de realização do evento é cercado por uma vasta área verde. A quadra de futebol estará à disposição para aqueles que quiserem usar, além disso, o local conta com um playground para a diversão da criançada e trilhas ecológicas. “Será um evento muito bom, o ambiente é muito bonito e muito agradável. Todas as pessoas de Divinópolis e região estão convidadas a estar conosco no dia 19, gostaria de contar com a colaboração das pessoas para essa causa que é muito nobre”, ressalta Geraldo.

RELEMBRE

Em fevereiro de 2012, uma forte chuva caiu sob a cidade e derrubou a estrutura da construção do Santuário São Frei Galvão. A obra estava bem adiantada e prevista para terminar nas comemorações do Centenário da cidade. Os estragos causados foram contabilizados em um prejuízo de R$ 80 mil para a obra e o Santuário não tem condições de arcar com as despesas.

FREI GALVÃO

Frei Antônio de Sant'Anna Galvão nasceu em 1739 na cidade de Guaratinguetá, no Estado de São Paulo. Batizado com o nome de Antônio Galvão de França, depois de ter estudado com os padres da Companhia de Jesus, na Bahia, entrou na Ordem dos Frades Menores em 1760.

Foi ordenado sacerdote em 1762 e completou os estudos teológicos no Convento de São Francisco, em São Paulo, onde viveu durante 60 anos, até à sua morte ocorrida em 23 de dezembro de 1822. A vida de Frei Galvão foi marcada pela fidelidade à sua consagração como sacerdote e religioso franciscano, e por uma devoção particular e uma dedicação total à Imaculada Conceição. Além dos cargos que ocupou dentro da sua Ordem e na Ordem Terceira Franciscana, ele é conhecido sobretudo como fundador e guia do Recolhimento de Nossa Senhora da Conceição, mais conhecido como “Mosteiro da Luz”, do qual tiveram origem outros nove mosteiros.

O santo foi fundador e também construtor do mosteiro que as Nações Unidas declararam patrimônio cultural da humanidade. Em 1798, o senado de São Paulo chegou a intitular Frei Galvão como o homem da paz e da caridade, porque era conhecido e procurado por todos como conselheiro e confessor, além de o franciscano que aliviava e curava os doentes e os pobres, no silêncio da noite.

 

 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.