sexta-feira, 31 de Maio de 2013 06:34h Luiz Felipe Enes

Alunos da UFSJ realizam panfletagem sobre o câncer de boca

Visando alertar a população e mostrar os males causados pelo tabaco, alunos da universidade explicavam tudo para quem passasse pelo Restaurante Popular

Os alunos da Universidade Federal de São João Del Rei (UFSJ), realizaram ontem, no Restaurante Popular, uma panfletagem sobre os problemas do fumo. A panfletagem foi realizada pelos estudantes do curso de Bioquímica. Alunos e professores estiveram no local conversando e explicando sobre os malefícios causados pelo cigarro.


Como 31 de maio é o Dia Mundial de Combate ao Fumo, os estudantes resolveram voltar às atenções para o câncer de boca, explicando sobre o início, prevenção, estágio da doença e consequências.
O Restaurante Popular foi escolhido por receber maior concentração de pessoas carentes e até mesmo desinformadas. O projeto engloba todos os estudantes da universidade e faz parte do projeto do PET-Saúde.

Os alunos e o corpo docente da UFSJ sempre trabalham desenvolvendo atividades voltadas à saúde e bem estar do divinopolitano. Vários outros projetos, dentro desse mesmo seguimento estão previstos para o decorrer deste ano. O trabalho realizado ontem teve parceria do Hospital do Câncer e da Prefeitura Municipal.

Prevenção


Como recomendado, a prevenção sempre é o melhor remédio. Evitar o uso abusivo do álcool, largar o cigarro, trocar dentaduras frequentemente, evitar exposição solar das 10h às 16h e visitar frequentemente o dentista são métodos aconselhados para impedir e diagnosticar o possível desenvolvimento da doença.


Além disso, a pessoa também pode realizar o autoexame, em casa mesmo, seguindo estes procedimentos:


• Apalpar a região abaixo da mandíbula e todo o pescoço. Se encontrar algum caroço, procure recursos médicos.
• Em um ambiente com boa iluminação, observe os lábios, avaliando a simetria, coloração, e identifique se há manchas.
• Avalie também a parte interna das bochechas. Qualquer ferimento não cicatrizável há mais de 20 dias deve ser apurado.
• O assoalho bucal, (região abaixo da língua) também deve ser avaliado. Atenção para caroços, manchar brancas ou vermelhas.
• A língua também pode trazer riscos. Faça sempre revisão nas pontas, nas laterais, apalpando para ver se há alguma alteração visível.
• As gengivas devem ser constantemente monitoradas, qualquer mancha em seu sentido, mesmo que pequena deve ser avaliada pelo profissional de saúde.

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.