quarta-feira, 4 de Maio de 2016 13:19h Atualizado em 4 de Maio de 2016 às 13:34h. Prefeitura de Divinópolis

Ambulatório de atendimento a suspeita atendeu 800 pessoas

A Diretoria de Vigilância em Saúde, órgão da Secretaria Municipal de Saúde de Divinópolis, acaba de atualizar os números da dengue na cidade

O número de casos prováveis de dengue totaliza 3.485 registros. Já os casos definidos como confirmados somam 1.244.

Desde 20 de abril funcionamento no estacionamento da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Padre Roberto um ambulatório exclusivo para tratar pessoas com sintomas desta doença. Em praticamente 15 dias de funcionamento, 800 pessoas foram recebidas na estrutura. No ambulatório, além do atendimento médico e de enfermagem, os assistidos contam com hidratação e coleta de material para exame.

Na UPA Padre Roberto, de acordo com Coordenação de Enfermagem dessa unidade de saúde, de janeiro a abril deste ano, foram atendidas 2.237 pessoas com sintomas de dengue. Todos estes casos foram informados a Vigilância Epidemiológica da Semusa.

 

 

Outras doenças

No que se refere à zika, 56 casos foram notificados na cidade. Deste número cinco foram em gestantes. Nove amostras de material de pessoas com suspeitas da doença foram colhidas e encaminhadas para Belo Horizonte, na Fundação Ezequiel Dias, para análise. A Semusa aguarda a conclusão desse trabalho.

A incidência de notificação de casos chikungunya é menor, oito registros suspeitos apenas. Deste número três já foram descartados e os demais aguardam resultado da análise.
Tanto no caso da zika como no da chikungunya os casos foram notificados todos este ano.

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.