quarta-feira, 20 de Abril de 2016 12:33h Atualizado em 20 de Abril de 2016 às 12:39h. Prefeitura de Divinópolis

Ambulatório para atender pessoas com dengue começa a funcionar

O ambulatório para atender os pacientes com suspeita de dengue em Divinópolis começou a funcionar nesta quarta-feira (20/04). A estrutura, composta por contêineres e tendas, está mondada no estacionamento da Unidade de Pronto Atendimento (UPA)

 

O ambulatório é composto por uma equipe formada por médico, enfermeiro e técnico em enfermagem. Além do atendimento clínico, no ambulatório será oferecida a hidratação venosa e oral para as pessoas com dengue. Para isso, foram instaladas macas e cadeiras para hidratação.

O uso deste instrumento como estratégia na assistência as pessoas acometidas por esta doença está contida no Plano de Contingência de Combate a Dengue e foi reforçado pela assinatura do prefeito Vladimir de Faria Azevedo ao Decreto Municipal 12082/2016 de 29 de março quando instituiu estado de emergência em Divinópolis em decorrência da dengue.

 

 

Números apresentados pela Diretoria de Urgência e Emergência revelam a necessidade da instalação deste ambulatório. “Fizemos um levantamento e constatamos que durante o período de greve dos servidores, quando as unidades de saúde tiveram seus trabalhos comprometidos, a média diária de atendimentos, a pacientes com sintomas relacionados à dengue, na UPA Padre Roberto era de aproximadamente 70 casos por dia. Com as atividades voltando as suas atividades normais, na segunda-feira (18/04) esse número caiu para cerca de 45 casos dia”,afirmou a diretora de Urgência e Emergência da Semusa, Cristiane Joaquim.

A diretora reforça, ainda, que os usuários deverão buscar suas unidades de saúde de referência e se necessário buscar atendimento do ambulatório que terá a UPA Padre Roberto como referência para os casos de agravo.

O ambulatório funcionará de segunda a segunda, das 9h às 21h.

 

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.