quinta-feira, 10 de Julho de 2014 07:31h Atualizado em 10 de Julho de 2014 às 07:34h. Pollyanna Martins

Ambulatório pediátrico começou a funcionar no HSJD

Após pouco mais de um mês de adiamento, ambulatório foi inaugurado.

A novela de atendimento pediátrico do HSJD parece ter tido um fim. Após pouco mais de um mês de adiamentos seguidos da inauguração, ontem, a ala que atenderá a grande procura desta especialidade em toda a cidade de Divinópolis e região foi inaugurada. Em nota enviada aos seus usuários, o Plano de Saúde, São João de Deus Saúde informou que “a parceria estabelecida entre as instituições de saúde possibilitou a melhoria da infraestrutura hospitalar, garantindo assim toda a assistência e o apoio necessário aos nossos usuários com consultas, exames complementares de apoio e de diagnóstico, cirurgia pediátrica e UTI Neonatal e Pediátrica”.
De acordo com a assessoria de imprensa do HSJD, para atender todos os usuários de Divinópolis e região, a escala está composta por oito médicos, mas a diretoria está buscando complementar a escala médica de profissionais pediátricos para os próximos dias. O reforço é para garantir o atendimento a todos os pacientes, 24 h por dia, sete dias por semana. A assessoria garantiu ainda que “Para oferecer mais conforto e comodidade aos pacientes e seus acompanhantes, o Pronto Atendimento do Hospital São João de Deus tem um novo projeto e passará por ampliações para que o novo espaço (que antes seria destinado somente aos usuários da Pediatria Ambulatorial), possa também atender outras especialidades médicas. Para dar continuidade neste processo a instituição ainda aguarda o parecer técnico da vigilância sanitária”.

 

 

 

PROCURA POR OUTRO PLANO
Atualmente o HSJD atendia apenas a pediatria interna, com blocos obstétricos, contando com 18 pediatras atuando em plantões do setor e do CTI Infantil. Muitas mães já estão à procura de outro plano de saúde para que o atendimento pediátrico seja garantido para seus filhos. A dona de casa, Rosemeire Aparecida Couto, disse que o sentimento de impotência é grande quando uma das crianças de sua família precisa de atendimento médico e não consegue. “A gente tem a sensação de não conseguir dar o melhor para os filhos da gente. Apesar da diretoria do HSJD garantir que o problema de pediatria está na cidade inteira, os pediatras continuam a atender por outros planos em outros hospitais e nos consultórios. Por isto esta mudança de plano de saúde vai acontecer aqui na minha família. Nós não podemos esperar a situação do plano melhorar.”
O HSJD não oferecia o serviço há dois anos, o Hospital Santa Mônica, que tem atendimento pediátrico, não atende pelo plano. Já o Hospital São Judas atende o plano, mas não tem pediatra plantonista e, com o descredenciamento do Hospital Santa Lúcia, no plano São João de Deus Saúde, alegando a falta de pagamento, os usuários não tinham atendimento pediátrico de urgência e emergência na cidade.

 

 

Crédito: HSJD

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.