quarta-feira, 17 de Agosto de 2011 13:09h Flaviane Oliveira

Amor exigente organiza Marcha da Família pela Sobriedade

Voluntários que fazem parte do Amor Exigente (AE) em Divinópolis estão organizando uma marcha para contrapor a tão divulgada Marcha pela Maconha. A ideia que vem sendo trabalhada tem data prevista para tomar as ruas da cidade ainda no mês de outubro, na semana Nacional de Valorização da Vida. A realização da marcha vem ainda com o intuito de conscientizar a sociedade sobre a importância da família nas relações e desenvolvimento da comunidade.


Divino Ferreira, que é um dos voluntários do AE em Divinópolis dá mais detalhes sobre a manifestação em favor da família, “A Marcha da Família é uma ideia que surgiu conosco em Divinópolis para fazer um contraponto à marcha da maconha, uma vez que nós como membros do Amor Exigente, membros de um grupo de ajuda mútua entendemos que ela é uma aberração, uma ofensa grave à família” avaliou.
 

Divino acredita que a Marcha da Maconha tem sido passada para a sociedade como uma coisa boa e não é, “A maconha é um desastre para a família brasileira. Então nesse contraponto surgiu essa ideia de fazer uma Marcha da Família que por sinal já é título utilizado, consultando a internet já existe marchas com a mesma denominação. Porém é importante que as pessoas não confundam com outras marchas já divulgadas na internet. A nossa marcha é para defender os valores da família” afirmou.
 

Os organizadores do AE estão trabalhando a proposta da data de realização da marcha e qual trajeto será percorrido. Divino explica que inicialmente a ideia é fazer uma reunião com todos os seguimentos da sociedade interessados nessa proposta.

 

AMOR EXIGENTE


O Amor-Exigente é um programa de proteção social que tem o objetivo de prevenir problemas e ajudar quem está vivenciando problemas com dependência química, sejam os dependentes ou os seus familiares.
 

O programa de auto e mútua ajuda leva a pessoa a agir ao invés de apenas falar. Por meio dos 12 Princípios Básicos e 12 Princípios Éticos, da Espiritualidade Pluralista e da Responsabilidade Social, o AE desencoraja a violência e a agressividade e encoraja a cooperação comunitária e familiar.
 

Na prevenção, com um Programa eficaz,  o Amor-Exigente atende três níveis de prevenção: primária, secundária e terciária. O enfoque na prevenção primária universal se dá através de uma abordagem educativa em grupos de reflexão, questionamento e posicionamento que, nas partilhas e metas semanais, levam os participantes a atingirem seus objetivos.
 

Desestimular a experimentação, o uso ou abuso de tabaco, álcool e outras drogas, assim como lutar contra tudo o que torna os jovens vulneráveis, expostos à violência, ao crime, aos acidentes de trânsito e à corrupção em todas as suas formas também são propostas do Amor-Exigente.

Atualmente, o programa  reúne 564 grupos no Brasil, 3 na Argentina e  12 no Uruguai, além de 352 grupos em fase em fase experimental e 253 Subgrupos de Jovens na Sobriedade.
 

A Federação de Amor-Exigente congrega os grupos que atuam na linha do programa e conta com 10 mil voluntários, que realizam, aproximadamente, 120 mil atendimentos mensais por meio de reuniões, cursos e palestras que são realizadas nas mais diversas regiões em que o programa atua.

 

PARTICIPAÇÃO
 

Divino ressalta que qualquer pessoa pode fazer parte do Amor Exigente, não se paga nada, basta a pessoa querer frequentar. Não há telefone para contato, pois ainda está sendo organizado um escritório. O voluntário informa ainda quais são os locais onde as reuniões são realizadas, “Tem um grupo que reúne na Rua Mato Grosso, 503, toda terça- feira de oito às dez da noite. Nas quartas feiras tem no salão Vicentino do Bairro São Judas Tadeu de oito às dez da noite. E domingo para quem não pode ir à noite tem na sala do AA no bairro Niterói de cinco às sete da noite. O Amor Exigente assemelha-se aos Alcoólicos Anônimos, mas é realizado dentro da família. Quem você vê, o que você ouve e fala durante as reuniões, lá permanece, a ética é muito trabalhada” avaliou.
 

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.