sexta-feira, 3 de Janeiro de 2014 05:23h Simião Castro

Após leilão de bens da prefeitura, rua vira “bota fora” em Ermida

Móveis e eletroeletrônicos quebrados ficaram espalhados por pelo menos oito dias ao lado do poliesportivo de Santo Antônio dos Campos.

Há mais de uma semana que uma rua ao lado do ginásio poliesportivo de Santo Antônio dos Campos mais parece um lixão. Móveis, eletroeletrônicos de escritório e eletrodomésticos espalhados pela rua formam uma montanha de entulho.
Os moradores reclamam. Dizem que a sujeira começou depois que os compradores de um leilão de bens realizado pela prefeitura chegaram para retirar os objetos arrematados, que estavam guardados no ginásio. De acordo com um homem que não quis se identificar, os compradores desmontaram os móveis na rua e levaram só o que interessava, deixando o resto para trás.
O aposentado, Osvaldo Leandro da Silva, mora em frente ao ginásio e reclama que a montanha de entulho prejudica os moradores e traz perigo a quem passa pelo local. Ele teme que alguém ateie fogo no material, e que isso poderia desencadear um incêndio. “A prefeitura está muito devagar. Está prejudicando a gente que mora aqui e até quem está aqui na rua para passar de carro. Está precisando dar uma limpeza.”
A prefeitura reconheceu que só ontem tomou conhecimento do descarte irregular e também afirmou que os responsáveis pela sujeira do local foram os compradores dos bens leiloados. Por meio da assessoria de imprensa, disse que enviou ontem ainda uma equipe para vistoriar o lugar e fazer a limpeza da rua.

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.