quinta-feira, 25 de Outubro de 2012 07:05h Erik Ulysses

Arma de fogo é apreendida com comerciante no bairro Nova Fortaleza 2

A Polícia Militar apreendeu na tarde de ontem uma arma de fogo no bairro Nova Fortaleza 2 através da ajuda da população. De acordo com as informações a Polícia Militar recebeu uma denúncia anônima informando que o proprietário de um estabelecimento comercial no bairro teria uma arma no local. Ao chegar no local a denúncia se confirmou.

 


O tenente Thiago Faria, do Comando Tático, contou como foi a ocorrência. “Policiais militares receberam uma informação através do disque denúncia, 181 e se deslocaram lá para o local, Nova Fortaleza 2, e fizeram contato com o proprietário do estabelecimento comercial. Em diálogo ele afirmou que realmente havia uma arma de fogo na sua propriedade e entregou para os militares um revolver de calibre 32 e 20 munições do mesmo calibre” disse.

 


O comerciante Antônio Severino, 61 anos, disse que já possuía a arma ha muito tempo e que decidiu se armar devido ao aumento da violência no bairro. A arma foi encontrada dentro de uma caixa laranja na prateleira munida com cinco cartuchos. As outras munições estavam escondidas debaixo da geladeira. Antônio, que não possuía passagens pela polícia, foi conduzido para a Delegacia para prestar depoimento.

 


Muitas pessoas possuem armas de fogo não registradas dentro de suas casas ou em seus estabelecimentos. O tenente Thiago ressaltou que uma arma de fogo sempre é perigosa, e por isso é importante que estas sejam regularizadas e que seus portadores possuam a autorização para possuí-las. “Nós temos que lembrar que um indivíduo possuir uma arma de fogo é perigoso, portanto, para se possuir uma arma de fogo tem que ser regularizada, o indivíduo tem que realmente cumprir tudo o que está na legislação em vigor. O indivíduo vai ter que procurar a Polícia Federal para regularizar a sua situação” concluiu.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.