sábado, 8 de Março de 2014 05:58h Atualizado em 8 de Março de 2014 às 06:13h. Simião Castro

Asfalto começa a ser colocado na duplicação do Anel Rodoviário

O asfalto dos pontos duplicados no Anel Rodoviário de Divinópolis já começou a ser colocado. O trecho que está recebendo a cobertura é o que fica às margens do bairro Vila Romana.

De acordo com a Concessionária Nascentes das Gerais, a previsão para que a duplicação da MG-050, no perímetro urbano de Divinópolis, esteja finalizada é até dezembro de 2015. As pistas serão divididas por dois tipos de dispositivos considerados pela concessionária como “consagrados mundialmente”, São eles a barreira New Jersey, ou guard-rail – aquele divisor de concreto – e canteiros centrais.
Uma preocupação de moradores das regiões onde as intervenções estão sendo feitas é com os acessos aos bairros. A Nascentes garante praticamente a todos os bairros próximos à rodovia algum tipo de acesso, seja por marginais implantadas com acesso à via, ou ainda por travessias em desnível, como passagens inferiores de veículos e pedestres, ou ainda por vias laterais. Sobre as marginais, estão previstos até 5,8 quilômetros de pistas deste tipo.

 

Impacto ambiental

Chegou à redação a indagação sobre o número de árvores cortadas para que o empreendimento pudesse ser feito, apontando para cerca de 100 árvores cortadas. Em resposta a este questionamento, a concessionária disse que “como parte do projeto das obras de duplicação está em fase de elaboração, ainda não é possível determinar o número de árvores que terão de ser removidas.”

Entretanto, afirma ainda que a Concessionária Nascentes das Gerais cumpre todas as condicionantes exigidas pela Superintendência Regional de Regularização Ambiental (Supram), que determinou que o plantio compensatório de árvores relativo ao Sistema MG-050 deve ser feito dentro do Projeto S.O.S São Francisco. O objetivo é reconstituir e proteger matas ciliares ao longo do rio, nas quais a concessionária diz já ter realizando plantio de mudas em uma área de 13 mil metros quadrados.

 

Travessia e acesso
Os pontos de ônibus às margens da rodovia, de acordo com a Nascentes, serão instalados de acordo com as exigências das normas técnicas do Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG). Além de estarem previstas seis novas passagens para pedestres, dentro do projeto de duplicação, no perímetro urbano de Divinópolis.
Os retornos de veículos também estão previstos em seis pontos, sendo quatro em passagens inferiores. Uma para veículos e pedestres, no acesso ao Distrito Industrial e bairro Lagoa dos Mandarins. Outra para ligar à avenida JK e aos bairros locais. Outra para dar acesso aos bairros Nossa Senhora da Conceição, Serra Verde e Alvorada. E a última que fará interseção com a BR-494, no sentido Nova Serrana, além de acessar os bairros próximos.
As outras duas ligações serão feitas em nível e superior. Sendo a primeiro para favorecer a entrada aos Bairros Quintino e Vila Real, e a segunda ao bairro Niterói e avenida Governador Magalhães Pinto.

 

Drenagem
Por fim a empresa divulgou nota de esclarecimento sobre reportagem publicada na Gazeta, a respeito da drenagem da MG-050, na altura do bairro Jardim das Oliveiras. “A Concessionária Nascentes das Gerais informa que sua equipe visitou o local no dia 28 de fevereiro. Na oportunidade, foi explicado a membros da comunidade local que o atual sistema de drenagem será melhorado com a execução das obras de duplicação. A previsão é que os trabalhos no local sejam iniciados a partir do segundo semestre.”

 

Novo trecho
O deputado federal, Domingos Sávio, divulgou ontem em nota à imprensa, que no dia 13 de março o Governo do Estado vai autorizar o início do processo licitatório da duplicação e do asfaltamento entre Divinópolis e São Sebastião do Oeste. Entre os trechos licitados está a duplicação dos 37,2 km entre Divinópolis e Mateus Leme, não incluídos no contrato de concessão à Nascentes das Gerais.
Além disso, o parlamentar anunciou também a autorização do processo de licitação do asfaltamento dos 13,9 km entre Divinópolis e São Sebastião do Oeste. Ao final do processo as empresas vencedoras serão contratadas para dar início às obras.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.