sexta-feira, 9 de Janeiro de 2015 10:45h Atualizado em 9 de Janeiro de 2015 às 10:50h.

Azul adia para março o início dos voos em Divinópolis

O início dos voos ligando Divinópolis a Campinas, no interior de São Paulo, foi adiado por pelo menos mais um mês pela Azul Linhas Aéreas

Esta é a quarta vez que a implantação dos voos na cidade foi adiada. Anunciada para ter início no dia 2 do próximo mês, os voos só serão implantados no dia 6 de março. É o que afirma a Azul Linhas aéreas em nota enviada a imprensa nesta quinta-feira .
De acordo com a assessoria de comunicação da empresa, “a companhia aguarda adequações no aeroporto de Divinópolis para o início das operações”.  A nota é explica ainda que a Azul solicitou à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) autorização para operar na cidade em junho do ano passado. “A companhia pretende ligar a cidade mineira ao aeroporto de Viracopos, em Campinas, e aguarda autorização do órgão para iniciar a venda de passagens. A data de início dos voos está prevista para 6 de março de 2015”, completa o comunicado.
Desde que foi anunciada a implantação dos voos o aeroporto Brigadeiro Cabral teve que passar por uma série de reformas, como as feitas na sala de embarque e desembarque que, por exigência da Anac, tiveram que ser separadas. Também foi construída a área de check-in, além de outras exigências como equipamentos de combate a incêndio, entre eles um caminhão, que serão fornecidos por uma empresa terceirizada que irá gerenciar o aeroporto.

 

Empresa
Como publicado na edição da Gazeta do Oeste de 20 de dezembro de 2014, a licitação para escolha da empresa especializada em prestação de serviços de administração, operação e manutenção do aeroporto Brigadeiro Cabral foi suspensa em razão da inabilitação da empresa vencedora, cuja documentação apresentou vários itens que não atendiam ao edital licitatório. A Sociedade Nacional de Apoio Rodoviário e Turístico (Sinart), empresa baiana com sede em Salvador, que venceu a concorrência pelo menor preço, não atendeu a três itens do edital, motivo pelo qual foi inabilitada.
A Sinart tinha até o dia 29 do mês passado para protocolar a nova documentação com as correções exigidas. Caso as exigências fossem atendidas, a Sinart seria declarada vencedora e a segunda concorrente, a paulista Socicam, seria desclassificada. Caso a Sinart não cumprisse as exigências, a Socicam poderá ser declarada vencedora se sua documentação fosse habilitada.
De acordo com a assessoria de comunicação da Prefeitura, nenhuma das duas empresas citadas conseguiu apresentar documentação a tempo e nova licitação foi aberta. Os envelopes com a proposta das empresas interessadas serão abertos na próxima segunda-feira.
Ainda de acordo com a assessoria, tudo que foi exigido pela Anac para que os voos fossem implantados já foi feito e falta somente a escolha da empresa que vai prestar os serviços de administração, operação e manutenção do aeroporto.

 

Adiamento
Esse foi o quarto adiamento do início das operações da ligação aérea através de voos comerciais entre Divinópolis e Campinas. Inicialmente a Prefeitura anunciou os voos para 6 de dezembro, adiando posteriormente para final daquele mês ou “no máximo início de janeiro de 2015”. A última data anunciada foi dia 2 de fevereiro e, por fim, 6 de março.

 

Crédito: Pollyanna Martins

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.