sábado, 10 de Janeiro de 2015 05:43h Atualizado em 10 de Janeiro de 2015 às 05:46h. Jotha Lee

Beto Machado diz que deixa a Prefeitura com a alma lavada

Ex-secretário fala em traições e afirma que inicia nova fase profissional e política

O advogado e ex-vereador Beto Machado (PSDB) deixou o cargo de secretário municipal de Administração, Orçamento e Informação na segunda-feira passada. A pasta, uma das mais importantes no organograma administrativo do governo de Vladimir Azevedo (PSDB), será ocupada interinamente pelos secretários de Fazenda, Antônio Castelo, e de Governo, Honor Caldas de Faria, conforme informou ontem a Diretoria de Comunicação da Prefeitura. O revezamento entre os dois secretários se dará em razão do período de férias de Antônio Castelo, a partir do mês que vem.
Em novembro do ano passado, ao receber a imprensa para um café da manhã, o prefeito anunciou que fará mudanças em sua equipe de governo. Vladimir evitou falar em reforma administrativa e disse que seria mais um “ajuste administrativo”. “A modificação vai acontecer, mas eu não chamaria essa mudança de reforma de secretariado. Mudanças acontecerão, mas de uma maneira natural e sem provocar rupturas. Eu não vou ser um serial killer que vai sair derrubando todo mundo, mas ajustes com certeza para esse novo ciclo vão ocorrer”, garantiu o prefeito.
Quase três meses depois os “ajustes” anunciados por Vladimir podem sair do papel. Há situações que exigem isso como, por exemplo, o acúmulo de função do secretário Bernardo Rodrigues, atualmente respondendo pelas Secretarias de Esporte e de Cultura. Outro com dupla função é João Luís de Oliveira, o Pancho, assessor de governo e interinamente ocupando a diretoria da Emop. Agora, com a saída de Beto, mais dois secretários ficarão com acúmulo de função e essa pode ter sido a senha para que as modificações anunciadas pelo prefeito na equipe de governo sejam colocadas em prática.
Já há algumas especulações como, por exemplo, uma provável indicação do vereador Eduardo Print Júnior (SDD) para a Secretaria Municipal de Esportes, que poderia ser unificada à Secretaria de Cultura. Entretanto, essa informação não é confirmada pela Prefeitura, que trata-a como boataria. A amigos, o vereador já confirmou que deve mesmo assumir uma pasta após a reforma.

BETO MACHADO
Cinco dias depois de deixar a administração, Beto Machado se manifestou sobre sua decisão de pedir exoneração do cargo. A insatisfação do ex-vereador com algumas decisões do seu partido vem desde seu mandato na Câmara. Derrotado para a reeleição em 2012, Machado passou a integrar a equipe de Vladimir inicialmente como controlador geral e, posteriormente, foi designado para a pasta de Administração, Orçamento e Informação, onde ficou por um ano.
O ex-vereador ameaçou deixar o governo em agosto do ano passado, quando utilizou uma mensagem de texto para informar que apresentaria seu pedido de exoneração ao prefeito, o que não se concretizou. Em novembro, Machado voltou a pedir demissão, alegando problemas pessoais e profissionais para a decisão.
Na segunda-feira passada, o ex-vereador deixou em definitivo o cargo de secretário municipal e ontem, pela primeira vez, se manifestou sobre o assunto. Machado não fala abertamente, mas fica evidente sua insatisfação. “Deixei na última segunda-feira uma página virada, após quase dois anos na Prefeitura Municipal à frente da Controladoria Geral e posteriormente na secretaria de Administração, Orçamento e Informação. Sinto-me com a alma lavada, pois tive a chance de provocar mudanças e avanços nos respectivos cargos”, afirmou.
O ex-secretário deixa claro nas entrelinhas que houve atritos nos últimos anos, especialmente envolvendo seu partido. Machado fala em decepções e traições. “O que mais me orgulha é ter tido a oportunidade de mostrar para aqueles que não confiavam no meu trabalho que ‘devemos combater o mal com bem’. Assim, deixo para trás as decepções, traições e, principalmente, aquilo que me faz mal”, assegurou. Ele acrescenta que pretende iniciar nova fase, inclusive na política, sinalizando que pode deixar o PSDB. “Em 2015 inicio uma nova fase em minha vida, seja profissional, financeira, familiar e, principalmente, política”, finalizou.

 

Crédito: Jotha Lee

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.