sexta-feira, 23 de Novembro de 2012 03:51h Carla Mariela

Beto Machado solicita alteração no processo de escolha da mesa diretora

Os pronunciamentos dos parlamentares da Casa Legislativa, de ontem, se iniciaram com o pronunciamento da tribuna Zélia Teodoro, que discorreu sobre o projeto chamado: Começo, Meio e Fim, direcionado ao meio ambiente. Depois os parlamentares começaram seus pronunciamentos. Um dos discursos que a Gazeta destaca, é o do parlamentar Beto Machado (PSDB), que em sua fala que fez um requerimento para que haja alteração na escolha da mesa diretora.

 

“Nós já fizemos no ano passado essa proposta de alteração no processo de escolha da mesa diretora, na busca incessante de termos transparência nessas eleições, porque de acordo com o regimento atual, com até duas horas de prazo podem ser registradas estas chapas, em anos passados nos deparamos com situações que se arrastaram até as madrugadas para essa escolha. A nossa proposta é de que o registro das chapas seja apresentado 10 dias antes das eleições, justamente, para que a mesa diretora, os postulantes a presidência e também a composição possam apresentar a sua gestão aos vereadores e a população”, afirmou.

 

Ainda conforme Beto Machado, um dos motivos que o levou a fazer o requerimento de mudança é o fato de que ano que vem serão R$10 milhões de orçamento da Câmara Municipal, segundo Beto Machado se o Poder Legislativo não tiver um bom gestor evidentemente que esse dinheiro pode ser mau utilizado. “Hoje nós reiteramos o nosso pedido ao presidente Anderson, que essa alteração possa ser feita para dar mais transparência, para que os candidatos possam apresentar as suas propostas, pois todas as eleições existe campanha e porque a Câmara Municipal é diferenciada.” disse.

 

Questionado se dá tempo de fazer a mudança na escolha da mesa diretora, Beto Machado, respondeu que acredita que nesse ano não , porque é atípica a eleição da mesa diretora de um mandato para o outro. Como é início de mandado, a eleição e posse se dão no mesmo momento. Mas nas eleições subsequentes são realizadas em dezembro, portanto, a reiteração é que já possa ser feita a mudança para que no final de 2013, essas alterações sejam colocadas em prática.

 

Ele encerrou a entrevista dizendo que no caso do novo mandato quem conduz a solenidade de posse do prefeito, vice-prefeito e vereadores, é o edil mais velho de casa, ele preside, inicia os trabalhos e logo após passa para ao processo de eleição. Em sequencia ao resultado, então o vereador mais velho dá posse a nova mesa diretora e o presidente eleito passa a conduzir os trabalhos.

 

Por fim, as oito matérias de ordem do dia,  não foram votadas ontem, devido uma reunião entre os vereadores e o ex-secretário adjunto de fomento econômico para debaterem sobre projetos.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.