sábado, 10 de Janeiro de 2015 05:58h Atualizado em 10 de Janeiro de 2015 às 06:07h. Lorena Silva

Calor faz faturamento de lojas especializadas em conserto de produtos de ventilação aumentar

Em uma loja de Divinópolis, comerciante chega a receber em média 15 produtos por dia para consertar

Com o aumento da temperatura nos últimos dias, não só o comércio responsável pelas vendas de eletrodomésticos do segmento de ventilação – como ventiladores, ares-condicionados e circuladores de ar – têm sentido uma alta no faturamento. As lojas especializadas em consertos desses produtos também têm tido um aumento significativo de consumidores que buscam o local para reparar algum defeito.
Esse é o caso do comerciante Petrônio José Ferreira, que durante essa época do ano quase não encontra mais espaço dentro da sua loja para depositar os aparelhos que são deixados pelos clientes. Isso porque ele tem recebido em média 15 produtos por dia para o conserto, entre ventiladores e circuladores de ar. “Atualmente, 80% do meu serviço feito aqui é conserto de ventilador e circulador de ar”, revela.
Petrônio explica que é a intensa utilização dos aparelhos o principal motivo que demanda a recuperação, já que se torna comum a queima do fusível do produto quando ele é usado nessas condições. “Porque às vezes [o aparelho] fica a noite toda ligado, esquenta muito e o fusível queima”. Nesses casos, o comerciante precisa desmontar o aparelho, trocar o fusível e fazer a limpeza.
Apesar do processo demorado e da grande procura pelos consertos, o comerciante garante que consegue entregar o aparelho consertado em apenas dois dias. Além disso, conta que não precisou recusar nenhum serviço. “Ainda pego todo serviço que aparece. Não posso perder não”, brinca.

 

Crédito: Lorena Silva

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.