sábado, 17 de Setembro de 2016 11:00h Pollyanna Martins

Campanha de Multivacinação começa nesta segunda-feira

A ação tem como objetivo atualizar a situação vacinal da população menor de cinco anos de idade

Campanha de Multivacinação começa nesta segunda-feira

A ação tem como objetivo atualizar a situação vacinal da população menor de cinco anos de idade

 

A Prefeitura de Divinópolis realizará, a partir de segunda­-feira (19), uma Campanha de Multivacinação na cidade. A ação faz parte da campanha nacional proposta pelo Mi­nistério da Saúde e tem como objetivo atualizar a caderneta de vacinação da criança e do adolescente. A Multivaci­nação será realizada nas 37 unidades básicas de saúde do município, e vai até o dia 30 de setembro. De acordo com o Ministério da Saúde, neste ano, a ação será voltada para menores de cinco anos, para crianças de nove anos e adolescentes de 10 a 15 anos incompletos. Para isso, o Mi­nistério da Saúde enviou 19,2 milhões de doses extras de 14 vacinas para os postos de saúde de todo o país.

De acordo com a Prefei­tura, em Divinópolis, serão vacinadas crianças de zero a cinco anos com a caderneta de vacinação atrasada; meni­nas de 9 a 13 anos, 11 meses e 29 dias que precisam tomar a 1ª dose da vacina HPV e as meninas que não tomaram a 2ª dose da vacina HPV; e ado­lescentes em geral, meninas e meninos, que necessitam de completar a caderneta de vacinação com outras vacinas. O Executivo orienta ainda que, ao levar as crianças e adoles­centes para se vacinarem, é fundamental que os pais e/ ou responsáveis levem a ca­derneta de vacinação e a car­teirinha da unidade de saúde. “É apenas com a caderneta de vacinação da criança e do adolescente em mãos que os profissionais de saúde pode­rão verificar se existem doses de vacina da rotina em atraso”,

orienta.

Durante a campanha, se­rão disponibilizados 12 tipos de vacinas. Segundo o Setor de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa), o alvo da multivacinação é for­mado por aproximadamente 12,9 mil crianças de zero a cin­co anos, mas não existe meta mínima, pois esta campanha é apenas para avaliação e atu­alização da caderneta de va­cinação. “Neste ano, estamos incluindo os adolescentes, porque esse grupo prioritário é um dos apresentam uma maior resistência a se vacinar. Além disso, muitos pais acre­ditam que não há necessidade de imunizar os filhos nesta faixa etária” explica o ministro Ricardo Barros.

DIA D

Durante a campanha, será realizado, no dia 24 de setem­bro, o “Dia D”, de 8h às 17h. De acordo com a Prefeitura de Divinópolis, neste dia, o “Zé Gotinha e a Maria Gotinha” percorrerão algumas unidades de saúde para incentivar a va­cinação. Segundo o ministro, com a campanha, serão atuali­zadas 14 vacinas nesses públi­cos. “Isso servirá para reduzir o número de não vacinados e aumentar a cobertura vacinal nas crianças e adolescentes”, completa.

Ricardo Barros reforçou que é fundamental que toda a população alvo compareça aos serviços de saúde levan­do a caderneta de vacinação, para que os profissionais de saúde possam avaliar se há doses que necessitam ser aplicadas. Com a campanha de vacinação, o Ministério espera a redução das doenças imunopreveníveis no país e diminuir o abandono à vaci­nação. Como a vacinação será de forma seletiva para a popu­lação alvo, não há meta a ser

alcançada.

VACINAS DISPONIBILIZADAS PELO MINISTÉRIO DA SAÚDE

Dupla adulto;

DTP;

Febre Amarela;

Hepatite A;

HPV;

Meningocócia C;

Pentavalente, Penumo 10;

Rotavírus;

Varicela;

VIP;

VOP;

Tríplice Viral;

Tetra Viral

 

Leia Também

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.