sábado, 22 de Setembro de 2012 09:29h Carla Mariela

Candidatos participaram de debate na TV Candidés em parceria com a Gazeta do Oeste e Rádio Minas

O debate promovido pela TV Candidés, em parceria com a Gazeta do Oeste e Rádio Minas, teve como objetivo fazer com que os cinco candidatos a prefeito de Divinópolis, apresentassem suas propostas aos eleitores. O debate foi apresentado na última quinta-feira, às 21hs, pelo jornalista Benny Cohen e contou também com a presença do presidente da OAB de Divinópolis, Íris José Almeida, juntamente com sua equipe, os quais deram o apoio jurídico ao analisarem durante o debate, o direito de resposta dos candidatos. Uma das orientações passadas para os candidatos antes do debate foi; se algum deles se sentisse ofendido, poderia solicitar o seu direito de resposta.

 


No primeiro bloco, os candidatos falaram livremente sobre temas previamente sorteados. O primeiro escolhido foi Galileu Machado (PMDB) e o tema sorteado para ele foi sobre obras e infraestrutura. O segundo sorteado foi Vladimir Azevedo (PSDB) com o tema Esporte e Lazer. Já o terceiro sorteado foi Jorge Torquato (PSOL) e o tema discursado por ele foi educação. O quarto sorteado foi Beto Cury (PT) que falou sobre economia e a quinta sorteada foi Heloísa Cerri (PV), com o tema agronegócio.
Em relação ao segundo bloco, os candidatos fizeram perguntas uns aos outros sobre os temas, nas quais também foram sorteados. Já no terceiro bloco, os candidatos fizeram perguntas uns aos outros com os temas livres. Entretanto, no quarto bloco, os candidatos tiveram a oportunidade de expor as suas considerações finais sobre o encontro.

 


No término do debate, o jornalista, Benny Cohen, comentou sobre o andamento dessa disputa e qual foi à satisfação de conduzi-la. “Achei que foi  importantíssimo para a história política de Divinópolis e esse é um momento democrático fundamental para os destinos da cidade. Nós tivemos um debate respeitoso, civilizado, os candidatos se comportaram da melhor maneira possível. Tivemos poucas concessões de direito de resposta, mas tudo dentro da normalidade e a apresentação de muitas propostas. Então meu balanço é que os eleitores de Divinópolis tiveram uma grande oportunidade, aqueles que nos acompanharam, que nos prestigiaram com audiência nessa noite tiveram uma grande oportunidade de poder conhecer em detalhes as propostas de todos os candidatos e quem sabe até decidir o voto para o dia 07 de outubro”, ressaltou.

 


O candidato Jorge Torquato, ao ser entrevistado após o debate, disse que mais uma vez Divinópolis dá o sinal de democracia plena. “Nós sabemos que esse momento dos debates, momento dos encontros, eles fortalecem a maneira que você pode passar para a população sobre  suas ideias. Quero sempre aqui prevenir toda a sociedade divinopolitana, que alguns candidatos treinam para que enfrentar as câmeras de televisão e dar uma resposta irreal, ou seja, quando você os ver falando da cidade, parece que Divinópolis está uma cidade maravilhosa, mas tudo parece mesmo uma ilha da fantasia, isso não é real porque nós sabemos que Divinópolis tem problemas sérios, principalmente, os que mais afligem a população, que é a saúde. A saúde de Divinópolis está em xeque, doente. O índice de mortalidade aumentou muito. Nós não temos mais uma saúde preventiva. Nós temos a responsabilidade de fazer diferente e a única candidatura que pode fazer essa diferença é a candidatura de Jorge Torquato”, disse.
Dra. Heloísa Cerri afirmou que esperava um pouco mais do debate para que pudesse expor com mais tempos as suas ideias e o que pretende fazer para com Divinópolis. “Esperava um pouco mais, mas nós entendemos que infelizmente não dá tempo de falarmos tudo que seria necessário, do amor imenso que eu tenho por essa cidade, o amor imenso que eu tenho por esse povo. Sou médica e essa minha caminhada é para fazer o melhor que eu possa fazer para esse povo e eu acho que esse eles não merecem o que estão passando agora, principalmente, na área da saúde, na educação, na infraestrutura. Nós vemos falência em vários pontos da administração, então nós gostaríamos muito de poder ajudar e essa é a nossa proposta, por isso, sou candidata à prefeitura da cidade e eu espero que tudo dê certo nessa nossa caminhada para o sucesso”, declarou.

 


Prefeito e candidato à reeleição Vladimir Azevedo destacou que também esperava mais do debate. “Nós ainda vemos uma linha muito provocativa, uma linha digamos nervosa de se fazer política  pouco propositiva e quando aparecem propostas, elas parecem proposta de varinha de condão, de gente que acha que faz tudo muito fácil e nós sabemos que gerir uma cidade é muito mais complicado do que isso, então está faltando certa seriedade em algumas propostas em termo de realidade financeira da prefeitura em termo de apoio político para fazê-las e nós viemos aqui para trazer essas propostas. Tive que ter direito de resposta para esclarecer em verdades, para o eleitor ver quem é quem e ver aquele que está comprometido com a verdade, aquele que administra a cidade e sabe que fez muito. Nós vamos continuar nessa linha de respeito ao eleitor, numa linha de respeito aos próprios adversários por mais que não seja recíproco; para terminar essa reta final com uma grande vitória e fazermos mais ainda no bicentenário”, afirmou.

 


Já o candidato Beto Cury, disse que o debate tem uma importância na medida em que é a oportunidade dos eleitores de conhecerem melhor os candidatos fazendo o confronto de ideias e projetos para a cidade. “O debate cumpriu o seu papel, a minha intenção ao participar do debate é o compromisso com a democracia, e depois o compromisso com a minha cidade. Eu sei que as nossas propostas vão fazer a mudança com segurança que Divinópolis precisa viver e procurei fazer isso ao longo de toda a discussão que aconteceu, eu tenho a expectativa que eu possa ter convencido os meus conterrâneos de que a mudança que Divinópolis precisa é Beto Cury número 13”, comentou.

 


O candidato Galileu Machado, quando foi procurado pela reportagem para dar o seu pronunciamento sobre o debate, já tinha se retirado da emissora.

 


Em entrevista, o presidente da OAB de Divinópolis, Íris José Almeida, comentou sobre a parceria da OAB com a TV Candidés. “A importância da parceria está no próprio debate em si, onde se buscou um respaldo garantindo aos candidatos a prefeito uma tranquilidade na hora de fazer os seus questionamentos e pedido de direito de resposta e é isso que nós estamos fazendo, analisando cada pergunta, cada fato que se passa, deferindo ou indeferindo o direito de resposta. Várias perguntas foram feitas e várias delas foram deferidas, e algumas indeferidas por não ter razão de ser. Então, para nós, é importante estar aqui nesse dia importante na vida do Município de Divinópolis, onde os candidatos procuram debater as suas ideias, as suas propostas de governo para a nossa cidade”, esclareceu.

 


Por fim, o debate ocorreu de maneira tranquila, temas como saúde, segurança pública, infraestrutura, dentre outros, foram abordados pelos candidatos. Cada um levou dois assessores para acompanhá-los e orientá-los nos intervalos do debate.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.