segunda-feira, 5 de Setembro de 2016 16:21h pmd

Casa de Acolhimento atende 211 pessoas interessadas em sair das ruas

A Casa de Acolhimento atendeu no primeiro semestre deste ano 211 pessoas.

O Serviço de Acolhimento Institucional para Adultos e Famílias em Situação de Rua oferecido pela Prefeitura de Divinópolis, coordenado pela Secretaria de Desenvolvimento Social (Semds), atua há dois anos.

A instituição oferta atendimento integral garantindo condições de estadia, convívio, endereço de referência para acolher com privacidade pessoas em situação de rua, migração ou pessoas em trânsito e sem condições de autossustento. A permanência nesta casa pode ser de até seis meses desde obedecendo os critérios pré-estabelecidos.

“Oferecemos este serviço para quem quer sair dar rua. Começamos ressocialização, ajudamos as pessoas a conseguiremos documentos e indicamos para o mercado de trabalho. A casa é o processo de saída da rua”, afirmou a coordenadora da Casa de Acolhimentos, Suelen Ariadná Silva.     

Criada em 2014, a Casa de Acolhimento oferece 25 vagas com equipe técnica composta por uma coordenadora, um assistente social, um psicólogo, um auxiliar de serviços gerais, um porteiro e 10 monitores.

Além da demanda espontânea, a equipe da Semds também aborda os moradores de rua e recebe encaminhamento da rede de assistência social do município.

O espaço articula dois serviços específicos: o serviço do migrante e o serviço de abordagem. O serviço do migrante oferta retorno de pessoas desprotegidas socialmente e em trânsito por Divinópolis as suas cidades de origem. O serviço de abordagem é responsável pela localização, contato, vínculo e encaminhamento da população em situação de rua para a casa de acolhimento e outros serviços que possam recebê-los, inclusive os de saúde, quando possuem algum agravo. 

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.