sexta-feira, 14 de Outubro de 2011 10:59h Rodrigo Dias

Celebrações em torno do ano jubilar da matriz de Nossa Senhora do Carmo movimentam fiéis

A Paróquia de Nossa Senhora do Carmo iniciou oficialmente no dia 19 de setembro o Ano Jubilar de sua venerada Igreja Matriz de Nossa Senhora do Carmo. Neste período várias atividades e celebrações serão realizadas todos os meses. A intenção é fazer uma reflexão da importância da Igreja Matriz na formação do povo cajuruense nesses seus primeiros 100 anos de história que serão completados em 15 de setembro de 2012.


A abertura do Ano Jubilar contou com a participação do Reverendíssimo Dom Mário Clemente Neto, Bispo Emérito da Prelazia de Tefé – Amazonas que na companhia do Paróco Edilson, que está à frente da Paróquia de Nossa Senhora do Carmo, descerrou um marco que simboliza este tempo tão especial para os católicos de Carmo do Cajuru.


Uma Imagem peregrina de Nossa Senhora do Carmo foi abençoada por Dom Mário Clemente Neto. Ela percorrerá 366 casas durante este Ano Jubilar, unindo famílias e amigos em torno da oração.

 

 

NOVENA


Dentro da programação elaborada para festejar o ano jubilar será realizada no próximo sábado, 15 de outubro, uma nova celebração no Espaço Cultural da Praça da Matriz, a partir das 19h30, presidida pelo Revmo Pe Jose Raimundo Batista Bechelaine. O Tema será a década de 1912 a 1922.
“Na ocasião será abordado a história da igreja no mundo e em Cajuru nesta década. A intenção é fazer, mês a mês, uma retrospectiva dos principais fatos ocorridos neste primeiro século de existência da Igreja Matriz”, ressalta Márcia Gomes da Fonseca Vasconcelos – integrante da Comissão do Centenário da Matriz. Ainda segundo Márcia Gomes várias pessoas serão convidadas a contar suas histórias de relacionamento com a Igreja Matriz de Nossa Sennhora do Carmo. As celebrações ocorrerão no dia 15 de cada mês.


A Igreja Matriz de Nossa Senhora do Carmo foi construída no período de 1906 a 1912. Caracteriza-se como um exemplar eclético, com referências do neo-gótico. A igreja é um destaque na cena urbana de Carmo do Cajuru, pela sua imponência e ressaltada pela praça e anfiteatro ladeado por pórticos construídos para compor o conjunto.


Já a Paróquia de Nossa Senhora do Carmo foi eregida em 15 de março 1840, sobre lei Provincial nº 168, sendo transferido para cá o Pe. Felício Flávio dos Santos, que pertencera à arquidiocese de Mariana.


Atualmente a Paróquia de Nossa Senhora do Carmo pertence à Diocese de Divinópolis.
 

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.