quarta-feira, 9 de Dezembro de 2015 12:40h

Cenas Curtas surpreende e emociona plateia no Gravatá

O Festival de Cenas Curtas promovido pelo Fazendo Arte nesta segunda-feira (07/12) emocionou, surpreendeu e arrancou fortes aplausos da plateia no Teatro Municipal Usina Gravatá

Os jovens das oficinas de teatro e teatro Musical dirigidos pela coordenadora do projeto, Lenir de Castro e a diretora artística, Lene Pereira, apresentaram com bom humor cenas do cotidiano envolvendo o público.

No festival foram selecionados passagens de dramaturgos conhecidos, como, Maria Clara Machado, Luis Fernando Veríssimo, Karl Valentin, Tchekhov, entre outros. No teatro musical foi apresentado samba com uma história romântica, o roteiro da diretora artística do projeto, Lene Pereira.

“ Foi surpreendente. Foram textos difíceis para profissionais atuarem porque são personagens bem específicos e passamos um pouco nas aulas para os jovens artistas. Sentimos as dificuldades dos alunos, mas quando entraram em cenas conseguiram passar o recado porque a plateia saiu encantada com a apresentação. Além de dramaturgos conhecidos, as cenas tiveram criações coletivas”, afirmou Lene Pereira.

Muitos jovens de outras oficinas como a de hip-hop fizeram pela primeira vez teatro e gostaram da experiência. “Pela primeira vez fiz teatro, porque até então só fazia hip-hop. Foi uma experiência nova e estou preparado para o próximo desafio. O público é diferente neste tipo de apresentação”, afirmou o jovem, Pedro Duarte.

O público se surpreendeu também com as apresentações. “Sempre acompanhei a minha filha nas apresentações. Foi emocionante ver ela crescendo no palco e incentivamos para seguir o caminho da arte. Cada apresentação destes meninos foi espetacular”, destacou a mãe da aluna de teatro Isabela Alves, Maria das Graças.

A coordenadora do projeto, Lenir de Castro, destacou a importância de oferecer a oportunidade de todos os 1,6 mil jovens subirem no palco nos dois festivais realizados. O primeiro foi o de dança e música na Praça do Santuário em 29 de novembro e o Festival de Cenas Curtas no Gravatá realizado na segunda-feira (07/12).

“O Fazendo Arte vem produzindo grandes espetáculos ao longo destes 14 anos. Fizemos já o espetáculo no meio do ano onde preparamos os jovens com textos mais elaborados e investimentos em figurinos, projeto de iluminação, além de fazer uma seleção dos jovens mais preparados para atuarem. Sempre existiu um desejo levar a experiência para  todos os jovens subirem ao palco, mesmo aqueles que não estão tão preparados e com o festival de cenas curtas, de dança e música conseguimos que todos os 1,6 mil pudessem experimentar essa emoção. Nossa intenção foi para que eles vivenciem essa magia do palco. Sempre quisemos de fazer essa experiência e desta vez conseguimos colocar todos no palco. Foi uma grande emoção”, afirmou Lenir de Castro.

O Fazendo Arte é patrocinado pela Gerdau por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura. A gestão é da Associação Cultural de Educação Social e Artística (Acesa), além de apoio da Prefeitura de Divinópolis.

 

Créditos: Pablo Santos

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.