sexta-feira, 11 de Abril de 2014 05:49h Atualizado em 11 de Abril de 2014 às 05:53h. Lorena Silva

Cerca de 1.800 imóveis serão ofertados amanhã no 10º Feirão da Caixa

Para os que desejam adquirir a casa própria, imediatamente ou nos próximos meses, mas ainda não tiveram oportunidade de concretizar o negócio.

Para os que desejam adquirir a casa própria, imediatamente ou nos próximos meses, mas ainda não tiveram oportunidade de concretizar o negócio, o sonho pode estar perto de virar realidade. Neste sábado (12), a Caixa Econômica Federal realiza, a partir das 8h30, no Ginásio Poliesportivo dr. Fábio Botelho Notini, o 10° Feirão Caixa da Casa Própria. Nesta edição, que ocorre até as 17h, serão ofertados aproximadamente 1.800 imóveis, entre novos e usados.
Segundo o gerente regional da Superintendência da Caixa, Tarcísio Antônio Lopes, o objetivo principal do Feirão é reunir, em um mesmo local, a cadeia do crédito imobiliário. O evento conta com a presença de funcionários da Caixa – que estarão ofertando o crédito –, imobiliárias – divulgando os imóveis disponíveis à venda –, e construtoras – apresentando projetos de construção. Além disso, mobiliadoras estarão ofertando eletrodomésticos e móveis por meio do programa “Minha Casa Melhor”, que financia a aquisição desses utensílios para os beneficiários do programa “Minha Casa Minha Vida.”
Os imóveis que serão ofertados estão localizados em praticamente todas as regiões de Divinópolis. Além disso, variam de valores, contemplando desde imóveis com preços mais acessíveis, até aqueles com preços mais altos. Os imóveis que se encaixam no programa “Minha Casa Minha Vida” são de, em média, R$100 mil. Já os que são financiados com recursos do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE), custam em média R$200 mil.

FINANCIAMENTO
De acordo com Tarcísio, o perfil das pessoas que buscam pelo imóvel tem mudado nos últimos anos.  “As pessoas costumavam adquirir imóvel depois dos 35, 40 anos. Agora, pessoas mais jovens já estão procurando adquirir o seu imóvel pela facilidade de financiamento e a quantidade de ofertas”, explica.
O modo de financiamento depende do valor do imóvel e da renda da pessoa. Dentro do programa “Minha Casa Minha Vida”, os imóveis são liberados para pessoas com renda de até R$ 4,5 mil e imóvel avaliado em até R$ 115 mil. Fora do programa, com recurso da poupança, não existe limitação nem de renda e nem de valor.
Nesta edição o Feirão traz uma novidade. As pessoas que contratarem o crédito imobiliário na Caixa de dois de maio a trinta e um de julho, poderão optar por uma carência nas prestações e começar a pagar só a partir de janeiro de 2015. Para fazer a simulação de contratação de crédito durante o evento, é necessário estar portando RG, CPF, e no mínimo três comprovantes de renda.

EXPECTATIVA
No último Feirão realizado pela Caixa compareceram cerca de duas mil pessoas e foram comercializados 80 imóveis, um valor em torno de R$ 11 milhões. Para Tarcísio, a expectativa deste ano é superar esse número. “Há muita gente procurando seu primeiro imóvel. E é muito importante essa oportunidade que o Feirão dá, já que em um único local, a pessoa vai ter acesso a uma gama muito grande de imóveis que estão em oferta na cidade. Então, o trabalho que esse futuro mutuário terá é muito menor”, comenta.

 

Crédito da foto : Lorena Silva

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.