terça-feira, 28 de Outubro de 2014 08:15h Atualizado em 28 de Outubro de 2014 às 08:21h. Pollyanna Martins

Chuvas destroem calçamento pago por moradores no bairro Icaraí

A tão esperada chuva chegou a Divinópolis, mas além de aliviados, os moradores do bairro Icaraí estão preocupados com o tempo chuvoso

Algumas ruas do bairro não tem calçamento e, onde tem, a chuva está levando embora. A vendedora Kênia Maia mora na Rua Itaperuna há 40 anos e diz que a situação se torna caótica tanto na chuva, quanto na seca.
Segundo a vendedora, ela e os vizinhos calçaram a via com o programa calçamento compartilhado da Prefeitura de Divinópolis, mas como o quarteirão de cima não foi calçado, o barro desce e danifica o pavimento que foi colocado. “Da esquina até o final da rua todos os moradores pagaram para calçar, mas no quarteirão de cima o pessoal não quis pagar, apesar de o serviço ter sido compartilhado com a Prefeitura, mas um vereador prometeu calçar o quarteirão e isso não aconteceu. Com isso, o barro do quarteirão de cima está descendo e acabando com o calçamento que nós colocamos”, explica.
Kênia conta ainda que, com a chuva, crateras se abrem no quarteirão que não está calçado e os moradores têm dificuldade de entrar e sair de carro. “Não tem como a gente passar de carro aqui em época de chuva, tem que ser um carro por vez. A maioria das ruas aqui são horríveis, não tem calçamento, todas com buracos. Fica difícil para a gente escolher em qual rua vai passar”, reclama.

 

 

 

 

LIXO
Além da dificuldade em transitar pelo bairro, vendedora relata que o lixo e o mato alto tomam conta das ruas. Kênia revela ainda que ela e outros moradores pagam para que as ruas fiquem limpas. “Nenhum funcionário da Prefeitura vem aqui pra tirar o mato ou limpar as ruas. A gente faz parte da rede de Vizinhos Protegidos e nos orientaram a ir à Prefeitura e pedir uma capina, porque com o mato alto fica perigoso, mas ninguém toma uma providência. Eu já paguei um primo meu para limpar o meu quarteirão, porque a chuva desceu com o lixo todo para a cá”, ressalta.
A vendedora questiona ainda a falta de asfalto nas ruas, pois, segundo ela, bairros mais novos que o Icaraí têm várias ruas asfaltadas. “No Candidés, que é um bairro mais distante, tem várias asfaltadas, o bairro Lagoa dos Mandarins, que é mais novo que o Icaraí, tem as ruas asfaltadas. Eu moro aqui há 42 anos e sempre foi assim. Aqui tem mato alto, lixo acumulado, buraco nas ruas e a gente não tem auxílio de ninguém para a dar uma manutenção no bairro. Se a gente quiser ter uma infraestrutura, temos que pagar por ela. Todos estão na mesma situação.”

 

 

 

PREFEITURA
Nossa reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa da Prefeitura de Divinópolis e esta informou que um engenheiro da Secretaria Municipal de Obras Urbanas (Semop) irá até o local para averiguar a situação.

 

 

Crédito: Pollyanna Martins
 

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.