terça-feira, 17 de Março de 2015 11:05h Atualizado em 17 de Março de 2015 às 11:10h. Mariana Gonçalves

Começa a disputa pelo título de rainha e princesas da 45° Divinaexpô

Cerca de 65 meninas disputam o título de representantes da Divinaexpô, na categoria Rainha e Princesas

O pontapé inicial para o concurso foi dado durante uma festa na casa de shows Me Leva - Music Hall, além do inicio da competição, o evento abre oficialmente as festividades dos 45 anos de rodeio em Divinópolis.
O responsável pelo concurso, Márcio Antônio, contou que a tradicional reunião para tirar dúvidas das candidatas irá ocorrer essa semana. Como já havíamos adiantado em edições anteriores, esse ano não haverá baile para fazer as eliminatórias, portanto, a fase que irá selecionar as participantes para o baile das finalistas irá ocorrer já nós próximos dias. “Iremos convidar um corpo de jurados para avaliar as candidatas, a intenção é ir para a final com 40 a 50 candidatas”, destaca.
Márcio fala ainda sobre a transparência na apuração dos votos. “Trabalhamos com um corpo de jurados convidados, pessoas idôneas, pessoas que conhecem o meio do rodeio e da moda. Na final, contamos, também, com a participação de dois pais, os quais escolheremos no dia, para acompanhar a mesa de apuração. Só aprovamos a ficha de votação depois que os dois pais assinam, além disso, temos o fiscal que também acompanha todo o processo de apuração”, afirma.
A equipe de jurados avalia somente três conceitos; Beleza, simpatia e elegância.
Próxima do fim de seu reinado, Wiliany Guimarães, a rainha da 44° Divinaexpô comenta como foi representar o maior rodeio de Minas Gerais. “Gratificante, eu não esperava ganhar o concurso, mesmo estando confiante, não imagina que você chegar lá. Sinto agora um sentimento de dever cumprido, representei minha cidade, meu estado, e estou muito feliz. Desejo boa sorte a todas as novas candidatas”, completa.
Para Taís Cândida Oliveira, primeira princesa do rodeio do ano passado, o concurso foi bom em diversos sentidos, principalmente para o lado profissional. “O concurso me abriu portas de trabalho em desfiles, trabalhos de foto, muitas coisas surgiram.” Comenta.
“Estou com a sensação de dever cumprido, tivemos um trabalho não só durante a Divinaexpô, depois da festa também. Fiquei muito feliz por realizar o meu sonho, para mim foi maravilhoso. O que eu deixo como conselho para as novas candidatas é que nunca desistam, se não conseguir dessa vez, continuem tentando, que a hora de cada uma irá chegar”, finaliza a segunda princesa, Elen Amaral.

QUARENTA E CINCO ANOS DE SUCESSO

Os preparativos para a Divinaexpô estão acelerados, o presidente do Sindicato Rural, Irajá Nogueira, falou sobre os últimos acertos e a provável melhoria no espaço arena, a qual está dependendo somente da aprovação do projeto no Corpo de Bombeiros. “Já estamos na reta final dos arremates da contratação de estrutura, a grade de shows já está fechada, acredito que será uma festa muito boa. Devemos mudar algumas coisas na arena, mas o projeto ainda depende da aprovação”, pontua.
A venda dos passaportes se iniciará no dia 6 de abril, Irajá reforça a ideia de que o público faça a compra antecipada do ingresso. “Queria dizer para a população aproveitar os primeiros lotes para garantir o seu ingresso e viver a emoção de uma festa muito bonita. Além dos shows, teremos o rodeio da Professional Bull Riders (PRB), com a narração do Rafel Vilela, oficial da PRB e esse ano, pela primeira vez, o Cuiabano Lima estará em Divinópolis participando da nossa festa”, encerra o presidente do sindicato rural.

 

Crédito: Mariana Gonçalves

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.