terça-feira, 26 de Junho de 2012 15:43h Flaviane Oliveira

Começa alargamento da ponte no Padre Libério após várias reclamações

Muitas pessoas que utilizam a pista de cooper na rua Pitangui para caminhada ou mesmo ciclismo vinham reclamando da necessidade de alargamento da ponte que corta o local.

Muitas pessoas que utilizam a pista de cooper na rua Pitangui para caminhada ou mesmo ciclismo vinham reclamando da necessidade de alargamento da ponte que corta o local. Em determinado ponto, pedestres e carros precisam dividir o mesmo espaço e ainda correm o risco de se envolverem em um grave acidente.

 


Nesta semana o superintendente da Usina de Projetos, Lúcio Espíndola, anunciou investimentos de R$ 80 mil, para as obras de alargamento da ponte que  já foram iniciadas e devem ser finalizadas no próximo mês, “Com relação à ponte do Padre Libério, foi feito agora a obra do alargamento da ponte em si que está em execução e foi feito atrás do Mercado Distrital uma passarela nova” contabiliza.

 


O superintendente ressaltou que tanto a construção da nova passarela, quanto o alargamento da ponte se tratam de reivindicações da população, “É uma reivindicação dos moradores daquela região e que antes eles usavam pinguelas de madeira inclusive perigosas e agora com essa nova passarela vai permitir o trânsito principalmente de pedestres porque lá é muito usado pela população” explica sobre a construção da passarela.

 


A expectativa é de que as obras na região da Pista de cooper  sejam finalizadas ainda no mês de julho, “Naquele complexo nós estamos investindo a ordem de R$50 mil no alargamento da ponte e construção da passarela, chegando ao total de investimentos da ordem de R$ 80 mil junto com os investimentos federais” ressaltou Lúcio.

 

RELEMBRE

 


No primeiro semestre do último ano, a Gazeta do Oeste publicou uma matéria sobre as passagens que ficam próximas à Pista de cooper. Na época foi constatado que a ponte da Rua Pitangui, além do trânsito de veículos, fazia parte do roteiro das pessoas que fazem caminhada na pista de cooper. Até a execução das obras, na ponte só passava um veículo da cada vez, e o risco de um acidente sempre foi grande, já que não havia um espaço seguro para o pedestre transitar.  Já a ponte que liga o Mangabeiras ao Ponte Funda, a situação sempre foi agravada pelo fato que a rua tem um trânsito mais intenso. Na época, a reportagem visitou as duas pontes e constatou o risco que elas oferecem para a população que passa por elas.

 


Na época, Lúcio Espíndola disse que o projeto de alargamento da ponte do bairro Mangabeiras já estava pronto, mas devido ao período chuvoso, as obras foram paralisadas. A previsão era de que as obras fossem reiniciadas no final de 2011 e início deste ano.

 

OUTRAS VIAS

 


Na tarde de hoje (26) será realizada a assinatura para o lançamento do edital de licitação para a realização de obras na Rua Pains. O trecho que receberá intervenções fica entre a Rua Mato Grosso e Avenida Sete de Setembro.

 


De acordo com o superintendente da Usina de Projetos, no local serão realizadas obras de pavimentação e drenagem, “É um recurso que parte vem do Governo Federal e uma parte a prefeitura entra como contrapartida. Essa obra ainda vai ser licitada para a  gente executar. A nossa expectativa é de dar a ordem de início tão logo que termine o período eleitoral, provavelmente no mês de outubro” finalizou.

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.