quarta-feira, 24 de Agosto de 2011 13:23h Flaviane Oliveira

Comer rápido e sem mastigar pode causar aumento da barriga em curto prazo

Alguns alimentos são responsáveis pela rápida distensão abdominal

Uma barriguinha saliente nem sempre é sinal de sobrepeso. Alguns alimentos também podem causar uma distensão abdominal. Algumas comidas que formam gases como feijão, frituras, pães, enlatados, gordurosos e com excesso de sal podem aumentar o volume da barriga. A nutricionista Karina Cândida explicou que essa distensão abdominal ocasionada por alguns alimentos pode ser considerada normal em certos casos “Às vezes pode acontecer da pessoa alterar a dieta e passar por uma fase de adaptação.  Por exemplo, ela pode aumentar fibras na alimentação e aí pode acontecer de aparecer um acúmulo de gases e uma distensão abdominal. Isso também pode variar de pessoa para pessoa. A lactose para algumas pessoas também pode ocasionar a produção maior de gases” disse.


Na hora de consumir alimentos que causam a distensão abdominal é importante ter atenção, pois, além da questão estética podem provocar desconforto físico. Pão branco e massas são alimentos feitos com a farinha refinada fornecem um carboidrato capaz de fermentação e produção de gases que levam à distensão abdominal. A sugestão saudável seria optar por pães e massas integrais, ricos em fibras. O feijão é um dos alimentos que lideram a lista dos alimentos que causam a distensão abdominal. Alguns carboidratos (oligossacarídeos) presentes no feijão escapam da digestão e são metabolizados pelas bactérias presentes na parte baixa do trato digestório, o que pode causar gases e flatulência. Deixar de molho e trocar de tempos em tempos a água dos grãos, antes de cozinhar, ajudam a reduzir o problema da formação de gases.

 

O QUE ACONTECE


Karina revelou que quando se fala em alimentos amiláceos ricos em amido resistentes, há um maior acúmulo de gases e destaca a origem dos mesmos “Esses gases podem ser provenientes de uma alimentação feita de forma rápida. A pessoa mastiga rápido demais e engole rápido, acaba engolindo ar e então os gases podem vir daí” explicou.


Segundo a nutricionista, essa distensão pode ser ocasionada ainda por uma fermentação no organismo “Nós temos uma flora intestinal onde acontece a fermentação bacteriana dos alimentos. Quando esses gases são inodoros é essa fermentação bacteriana normal. Quando esses gases já têm um odor ocorre a putrefação de alimentos como as proteínas e gorduras. A alimentação às vezes está ali concentrada em muita proteína e gordura e então acontece a produção mesmo desses gases por putrefação, um processo de digestão mais lento que resulta em gases com odor” destacou.

 

COMO EVITAR


Para manter a área abdominal menos distendida é necessário mastigar lentamente os alimentos e por mais vezes. Líquidos em excesso durante as refeições também devem ser evitados. Os alimentos integrais e ricos em fibras devem ser incluídos na alimentação. É importante também consumir alimentos diuréticos. O hábito de tomar água ao longo do dia deve ser colocado em prática. Outra ação importante é praticar atividades físicas constantemente, pois além de queimar calorias isso ajuda no bom funcionamento do organismo de maneira geral.

 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.