quinta-feira, 28 de Agosto de 2014 05:23h Jotha Lee

Concessionária entrega trecho duplicado no anel rodoviário

Obra incluiu construção de nova ponte sobre o Itapecerica

Os motoristas que passaram ontem pelo anel rodoviário encontraram maior fluidez no tráfego, mais segurança e um novo visual. Seis meses depois de iniciadas, foram entregues ontem as obras de duplicação de um trecho de dois quilômetros no perímetro urbano de Divinópolis. O percurso duplicado fica entre os quilômetros 120,8 e 122,5 da MG-050 e está localizado entre os trevos dos bairros Bom Pastor e Niterói.


No início da tarde operários da Nascentes das Gerais ainda trabalhavam na pista, concluindo o serviço de pintura e sinalização estatigráfica, porém sem nenhum prejuízo à fluidez do tráfego, que foi liberado nos dois sentidos logo no início da manhã. A conclusão da obra garante maior segurança para o trânsito da área e também possibilitou um novo visual da região, que recebeu urbanização e melhorias às margens do anel, oferecendo mais acostamentos e maiores áreas de escape.


Além da duplicação, também foi construída uma nova ponte sobre o Rio Itapecerica, necessária para atender à pista recém construída no sentido Belo Horizonte. De acordo com a Nascentes das Gerais, o investimento no trecho foi de R$ 9,1 milhões, sendo R$ 5 milhões nas obras de duplicação e R$ 4,1 milhões na construção da ponte. Ainda de acordo com a concessionária, a obra abriu 250 vagas de empregos diretos durante sua execução.

 

 

MOVIMENTO
Segundo a Nascentes das Gerais, por dia, seis mil motoristas se beneficiarão com o trecho duplicado. O diretor-executivo da Nascentes das Gerais, Joselito Castro, assegura que as intervenções permitirão maior fluidez e segurança aos usuários. “A duplicação deste trecho eleva o padrão rodoviário da MG-050, conferindo mais conforto e segurança para quem trafega pela via”, afirma.


A obra atende a um dos trechos mais movimentados de toda extensão da MG-050. O anel rodoviário de Divinópolis, que há pouco mais de dez anos estava fora do perímetro urbano, agora corta bairros populosos e passa por regiões de grande densidade demográfica da cidade. O tráfego, tanto de veículos, quanto de pedestres e ciclistas, é intenso durante 24 horas, com picos de grande volume, especialmente no início das manhãs e fins de tarde.


O anel rodoviário tem extensão de 12 km e, em função de sua trajetória em área urbana de grande circulação, é alto o índice de acidentes. A duplicação do trecho, além de garantir melhor desempenho do trânsito, é de indiscutível importância na questão da segurança, não apenas para motoristas, mas especialmente para pedestres.


Além de Divinópolis, a concessionária Nascentes das Gerais também está concluindo obras na região de Itaúna e com frentes de trabalho em Itaú de Minas, Mateus Leme, Capitólio e Córrego Fundo. De acordo com a concessionária, os trabalhos de duplicação da MG-050, no perímetro urbano de Itaúna, entre os quilômetros 84,7 e 89,5, entram em sua fase final.


A previsão da concessionária é de que os trabalhos estejam finalizados em até três meses. A travessia urbana de Itaúna contempla 4,8 km de pista dupla e outras melhorias, como acesso em desnível à Rua Silva Jardim, à MG-431 e a outros bairros da cidade, além de outros melhorias. O investimento feito pela Nascentes das Gerais nesse conjunto de intervenções é de R$ 38,5 milhões.

Crédito: Jotha Lee

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.