sábado, 16 de Junho de 2012 10:32h Atualizado em 16 de Junho de 2012 às 10:39h. Flaviane Oliveira

Conjunto Elisabete Nogueira será entregue fora da data marcada

O Conjunto Copacabana que conta com quase 500 residências já está com as obras em fase final. Porém, para ser inaugurado, depende da entrega do Elisabete Nogueira

Muitos divinopolitanos aguardam ansiosos pela entrega das tão sonhadas chaves da casa própria. Porém essa espera deve ser prolongada por mais um tempo. Isso porque a entrega das casas do Conjunto Habitacional Elisabete Nogueira que estavam marcadas para a tarde de hoje foram canceladas mais uma vez. Inicialmente, o conjunto seria entregue no dia 2 de junho e então, por motivos burocráticos, a inauguração foi transferida para o dia 16, porém não irá ser realizada.

 


O vice prefeito Francisco Martins explicou o motivo do atraso, porém uma nova data para a inauguração não foi divulgada, “Nós tínhamos pré agendado para o dia 2 porque até então a gente entendia que estava tudo ok, aí depois no dia 2 infelizmente não pode acontecer e nós remarcamos para o dia 16 e aí tivemos a informação que também não poderia acontecer. Nós fomos nos inteirar daquilo que estava acontecendo, porque quando a gente foi marcar o sorteio de endereços, nós entendemos que com a obra pronta, estava tudo ok e porém  a burocracia pública, o que acontece, com a obra pronta, deu entrada no ABTIZ da prefeitura, liberou rapidamente e deu entrada na CND no prazo de 15 dias e agora está sendo feita a averbação dascasas nos lotes e esse processo é um pouco lento” disse.

 


De acordo com Francisco, o processo de liberação das casas agora se encontra no cartório de registros, “Agora nós não estamos marcando data para não correr o risco de errar de novo. Então estamos aguardando uma posição da Caixa Econômica Federal junto com a Construtora Dávila Reis para falar: Agora se resolveu. Estamos tentando ajudar e ver se ainda esse mês a gente consegue fazer. Nós estamos ansiosos para entregar o Conjunto Habitacional, até porque estamos trabalhando no terceiro conjunto que é o Copacabana. Então nós precisamos entregar o segundo para ficar somente focado no Copacabana que são 498 unidades” analisa o vice prefeito.

 


Francisco aproveitou o momento para tranquilizar os contemplados com a residência, “Eu quero dizer para todas as pessoas que foram contempladas que a obra está tudo ok, mas agora está acontecendo um processo no cartório de registro de imóveis que são das casas nos lotes. Esse processo infelizmente vai durar um pouco mais que a gente esperava e até porque é um processo muito burocrático e não tem como o cartório de registros fazer isso mais rápido do que ele já está tentando fazer. Se Deus quiser neste mês a gente possa inaugurar Elisabete Nogueira” avalia.

 

COPACABANA

 


Além do conjunto Elisabete Nogueira, outro conjunto ainda deverá ser inaugurado. O Conjunto Copacabana que conta com quase 500 residências já está com as obras em fase final. Porém, para ser inaugurado, o terceiro conjunto depende da entrega do Elisabete Nogueira, “Tem algumas famílias que vão sobrar do Elisabete Nogueira e vão para o Copacabana e aí estamos avaliando os recursos. É por isso que a gente precisa terminar o Elisabete Nogueira para focar no Copacabana. São 498 unidades e a gente já enviou 434 famílias. Então a  gente acredita que no mês que vem a gente mande todas as famílias e aí vai entrar no mesmo processo do Elisabete Nogueira para no mês de agosto inaugurar o Copacabana” afirma Francisco.

 


O vice prefeito aproveitou ainda para destacar que a burocracia tem sido o maior entrave para a entrega das casas, porém acredita que os contemplados podem ficar tranquilos, uma vez que com todas as obras prontas, a entrega depende agora somente dos processos burocráticos.
 

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.