Conselho Municipal de Promoção de Igualdade Racial é empossado em Divinópolis.

A lei de criação foi assinada pelo Prefeito Galileu Machado em 2019.

21 NOV 2020

 

Nesta sexta-feira (20/11), foi realizada a posse do Conselho Municipal de Promoção de Igualdade Racial na mesma data em que se comemora o Dia da Consciência Negra.

Foram nomeados 24 representantes. Durante a posse, foi realizada a eleição da mesa diretora e Célio Lúcio Lopes, representante das entidades religiosas de matriz africana, foi escolhido como presidente. Segundo ele, a importância da comissão é dar voz a comunidade negra, de forma que possam recorrer e dar força e continuidade à religião. A gestão pretende dar condição da comunidade negra de continuar sua luta.

Maria Catarina Laborê Domingues Vale, uma dos membros da comissão, ressalta que atos como esse que são fruto de muita luta. E por isso, muito significativos para a comunidade. "Essa é uma grande conquista de um dever parcialmente cumprido. As políticas públicas precisam acontecer a partir desse conselho, por isso os conselheiros possuem a partir de hoje uma tarefa muito grande de mapear e denunciar o racismo. A gestão municipal está de parabéns por implantar esse conselho", completa.

De acordo com Ana Paula, vereadora eleita em Divinópolis e ex-presidente do conselho da mulher, hoje foi plantada uma semente. “Há muito tempo, os integrantes e simpatizantes do conselho já estavam preparando a terra e agora é hora ver crescer e colher os frutos. Sinto na pele o sofrimento de todas as pessoas. É preciso que as pessoas se fortalecem, pois o racismo está longe de acabar.”, comenta.

O Secretário Municipal de Assistência Social, Juliano Prado, que participou da cerimônia representando o Prefeito Galileu Machado, explicou o quanto esse conselho é importante para a luta racial em Divinópolis. "Estamos muito contentes com mais esse grande passo à frente na luta pela igualdade racial e pelo fim do racismo. Esse conselho é muito importante para o combate a discriminação, promoção da igualdade social e na criação de mais oportunidades para a comunidade negra", finaliza.

© 2009-2020. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.