quinta-feira, 25 de Junho de 2015 11:17h Atualizado em 25 de Junho de 2015 às 11:23h. Mariana Gonçalves

Conselho promove debate sobre segurança alimentar em Divinópolis

A 3ª Conferência Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional de Divinópolis teve como temática “Comida de Verdade no Campo e na Cidade: por Direitos e Soberania Alimentar”

O evento foi promovido pelo Conselho Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável (Comseans).

De acordo com a presidente do Conselho, Isa Mara Camargos, a conferência visa trabalhar na implementação do Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (Sisan) em Divinópolis, além de propor estratégias para uma alimentação adequada nas escolas. “Queremos ainda trabalhar essa questão do controle do uso de agrotóxicos. A questão da água e as suas implicações no meio ambiente”, diz.

Foram eleitas algumas situações relacionadas à alimentação para que grupos de debate propusessem soluções e ações para tais demandas. “Trabalhamos muito a questão da agricultura familiar aqui em Divinópolis, a evolução higiênico sanitária da agricultura familiar, inclusive trouxemos o presidente da Associação dos Pequenos Produtores Rurais da Agricultura Familiar de Divinópolis (Aprafd), Nivaldo Lopes, que palestrou sobre o ‘Cenário da agricultura familiar em Divinópolis: Desafios e Perspectivas’. Falamos ainda das ações de segurança alimentar e nutricional na educação por meio do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) e o Cultivar, Nutrir e Educar”, explica Isa.

As propostas que surgiram no evento serão encaminhadas para a Conferência Regional.

ENTENDA

O Sisan foi instituído em 2006 pela Lei Orgânica de Segurança Alimentar e Nutricional com o objetivo de assegurar o Direito Humano à Alimentação Adequada (DHAA). Desde a sua criação, avanços legais e institucionais têm garantido a sua construção como estrutura responsável pela implementação e gestão participativa da Política Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional em âmbito federal, estadual e municipal.

O Sisan está cada vez mais forte, as suas instâncias interagem e funcionam plenamente na esfera Nacional (Caisan, Consea e Conferências de Segurança Alimentar e Nutricional). Todas as unidades federativas possuem Caisan, Consea, fizeram a adesão ao Sisan e realizam suas conferências. Parte delas já elaborou seus Planos Estaduais de Segurança Alimentar e Nutricional e as outras estão em diferentes fases de elaboração.

 

Crédito: Mariana Gonçalves

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.