sexta-feira, 22 de Maio de 2015 12:44h Atualizado em 22 de Maio de 2015 às 12:52h. Jotha Lee

Contrato para manutenção da iluminação pública será assinado semana que vem

Cerca de duas mil lâmpadas da iluminação pública estão queimadas em Divinópolis

Os números foram fornecidos pela Prefeitura e refletem o atraso do município na contratação da empresa para cuidar da rede elétrica. O serviço de manutenção da iluminação pública passou para responsabilidade dos municípios em janeiro, conforme resolução da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Entretanto, a Prefeitura não se preparou para assumir a tarefa e somente no final de março foi iniciado o processo licitatório para a contratação da empreiteira que cuidará do serviço.
Em função de recursos, falhas em documentação e outros problemas, o processo licitatório sofreu atrasos significativos e somente essa semana a Prefeitura pode definir a empresa que vai cuidar da manutenção da rede elétrica. A contratação da empresa era aguardada com expectativa, pois desde o início do ano, quando os ativos da iluminação pública foram repassados para a administração das prefeituras, que Divinópolis vem enfrentando problemas com várias ruas no escuro em razão de lâmpadas queimadas sem que haja responsáveis pelo conserto.
A empresa vencedora do processo licitatório com proposta de R$ 3,97 por ponto de iluminação, a Quark Engenharia, com sede em Joinville, Santa Catarina, acabou sendo desclassificada, já que não cumpriu todos as exigências do edital. A empresa recorreu e, a partir daí, o processo emperrou. Somente agora, quase dois meses depois, com a solução de todos os conflitos que envolveram a licitação, a Prefeitura poderá, finalmente, contratar a empresa para a execução do serviço.

 

DIVINOPOLITANA
A divinopolitana KPL Instalações, cuja sede fica no Bairro Halim Souki e que já presta serviços terceirizados para a Cemig, foi a segunda colocada no processo licitatório, com proposta de R$ 3,98 por pontos de iluminação. Foi a única empresa que cumpriu todas as exigências do edital e vai assumir a manutenção da rede elétrica até a semana que vem.
“Oficialmente foi publicado o chamado para que a KPL venha assinar o contrato. O contrato, propriamente dito, só deverá ser assinado na próxima semana”, informou ontem a Diretoria de Comunicação da Prefeitura. Na edição de ontem do Diário Oficial dos Municípios, a Prefeitura publicou a ata de registro de preços, contendo o chamamento para que a KPL assine o contrato de prestação de serviços.
A empreiteira deverá prestar serviços especializados na área de engenharia elétrica, manutenção preventiva, corretiva, integrais, contínuas e destinação final dos materiais retirados do Sistema de iluminação pública do município, abrangendo o perímetro urbano, zona rural, comunidade rural e bairros mais afastados, com fornecimento de mão de obra, materiais e equipamentos necessários para o bom funcionamento do sistema.
O contrato terá duração de um a no e a KPL receberá no período R$ 1.432.800, o que corresponde a R$ 3,98 por pontos de iluminação. De acordo com a Diretoria de Comunicação, a partir da assinatura do contrato, a empresa inicia imediatamente o serviço. O vereador Adilson Quadros (PSDB), líder do Prefeito na Câmara, disse que a empresa deverá fazer um esforço concentrado, para que toda as lâmpadas queimadas sejam trocados no prazo máximo de dois meses.

 

Crédito: Jotha Lee
 

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.