quinta-feira, 1 de Novembro de 2012 10:27h Juliana Lelis

Correios já recebem cartinhas para o Papai Noel

Os correios já estão recebendo as cartinhas das crianças para o Papai Noel. O período de recebimento das cartas segue até o dia 14 de novembro, a partir daí as pessoas interessadas em apadrinhar as cartinhas já podem procurar as agências e escolherem a suas.
Esse evento acontece há 23 anos, e só no ano passado os Correios atenderam 150 mil cartinhas no país.
O projeto começou, quando os Correios começaram a observar o grande número de cartinhas na época de final de ano, destinadas para o Papai Noel. A empresa então começou a dividir as cartas e “apadrinhá-las”, comprando os presentes pedidos pelas crianças e entregando em suas casas. Com o tempo, o número de cartas foi só aumentando e os Correios não conseguiam atender a todos sozinhos, tendo então que pedir ajuda para a população. A partir daí o projeto foi só ganhando forças e a cada ano mais cartinhas são recebidas e apadrinhadas. 
O Gerente de vendas dos Correios, Luis Antônio Brinatti contou que “só no ano passado recebemos 170 mil cartas em todo o país, e destas 150 mil foram apadrinhadas” contou.
Com o aumento no fluxo das cartas, os Correios tiveram que tomar mais medidas de organização para as cartas, lendo todas,  filtrando e disponibilizando para as pessoas apadrinharem “No ano passado aqui me Divinópolis,  recebemos mil e trezentas cartinhas, dessas mil foram apadrinhadas. Essas que ficam de fora são aquelas que passam por um filtro, e não estão dentro do padrão que buscamos atender, ou seja, são cartas de adolescentes de 15 anos, por exemplo, mas as cartas que estão dentro do nosso padrão, conseguimos atender 100%” contou o gerente.
Este ano o projeto também irá atender escolas, seis escolas de regiões de vulnerabilidade social foram escolhidas, sendo quatro municipais e duas  estaduais. Nas escolas as crianças escreveram as cartas e os Correios vão buscá-las para serem apadrinhadas.
Brinatti destacou a importância desse projeto para o exercício da cidadania e solidariedade “o projeto tem várias vertentes,  a principal é realizar sonhos de crianças carentes, porque vai aproximando esse período de final de ano, as festas natalinas, as lojas decoradas  as crianças começam a sonhar com aquele presente, com aquela boneca com aquele carrinho e geralmente o que percebemos é que as crianças carentes ficam muito frustradas em ver o período do natal passando , os coleguinhas ganhando presentes e ela não ganhando então o alvo do projeto é realizar sonhos dessas crianças. Tem a outra vertente que é a interação da sociedade de Divinópolis sempre se mostrou muito solidária, então nesse período de final de ano percebemos os clientes vindo na agência, lendo as cartinhas e apadrinhando. E com isso eles se sensibilizam muito, porque os pedidos são os mais variados possíveis, tem crianças que pedem uma cesta básica, crianças que pedem toalha porque não tem nem toalha para enxugar, então com isso as pessoas se comovem e muitas vezes acabam presenteando as crianças alem das expectativas delas. Então o projeto é muito importante para desenvolver essa solidariedade nas pessoas, e ajudar essas crianças carentes a realizarem os seus sonhos” contou.
Dentro das programações do projeto, no dia 30 de novembro, o Papai Noel chega à sede dos Correios em Divinópolis, às 09:00 horas. 

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.