terça-feira, 22 de Abril de 2014 05:48h Mariana Gonçalves

Crea promove esclarecimento sobre plano de saneamento

Nos dias 22 e 23 uma equipe do convênio firmado entre o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Gerais (Crea-Minas) e a Fundação Nacional de Saúde (Funasa) estará presente na sede do Crea.

Nos dias 22 e 23 uma equipe do convênio firmado entre o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Gerais (Crea-Minas) e a Fundação Nacional de Saúde (Funasa) estará presente na sede do Crea, em Divinópolis, para esclarecer dúvidas sobre a elaboração do Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB).
O grupo de profissionais, formado por especialistas em engenharia, ciências sociais, direito e administração, dará suporte técnico especializado aos gestores e técnicos municipais sobre as etapas da produção final do plano de saneamento.
O fiscal e gestor do termo de cooperação entre Crea e Funasa, Renato Chaves, explica que inicialmente a proposta da ação “tira-dúvidas” é somente para dois dias, mas se houver necessidade a equipe de técnicos irá marcar novos encontros. Lembrando que tanto o conselho quanto a fundação estão frequentemente em contato com os municípios por meio de telefone e e-mail.

Orientação
O convênio capacitou, direta e indiretamente, cerca de 460 municípios de todo o Estado. A capacitação foi realizada em três módulos, estes foram ministrados nos meses de setembro de 2013 até fevereiro desse ano. “Na primeira etapa do projeto fizemos o processo de capacitação dos municípios, essa parte inclusive já finalizamos. Agora estamos prestando um apoio com toda a assessoria técnica especializada para que aquelas questões que não foram concluídas devido a alguma dificuldade agora possam ser encerradas e assim partimos para a fase de execução”, completa Renato.
Esse ano, para pleitear algum recurso na área de saneamento, o poder público é obrigado a ter o plano ou pelo menos ter o projeto em andamento.
A sede do Crea está situada na Rua Rio de Janeiro, n° 766. Os interessados em participar do plantão de dúvidas devem encaminhar um e-mail para o endereço pmsb@crea-mg.org.br com nome, município de origem, consórcio ou associação que representa, telefone de contato, horário e dia que deseja atendimento (dentro das datas já citadas no início da matéria.)

NECESSIDADE
De acordo com o gestor do convênio, a parceria entre o conselho e a fundação se deu devido à observação de ambos os órgãos que várias cidades apresentavam dificuldades na criação do Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB).
O foco principal deste trabalho é aumentar o nível da qualidade de vida da população. Renato acredita que por meio de ações bem estruturadas esse será um ganho possível de se obter. “A partir de técnicas já consolidadas e com a participação efetiva da população, esperamos que toda a comunidade saia ganhando no que tange a melhoria da qualidade de vida em aspectos como água, esgoto, resíduos sólidos e drenagem de águas de chuva”, destaca.
Além disso, o plano terá ações válidas para até daqui a 20 anos, o que para o gestor do convênio é muito importante. “A partir do momento que você consolida um plano desse os municípios, independente da mudança de prefeitos, terão um material excelente para a execução de ações com foco no saneamento básico por muitos anos” encerra.

REALIDADE ASSUSTADORA

De acordo com dados divulgados no portal do Sistema Nacional de Informações sobre Saneamento, 82% da população brasileira recebe água por meio de rede de abastecimento. Considerando apenas a população urbana, esse índice sobe para 93%, o atendimento com rede coletora do esgoto chega a somente 48% da população.

 

Crédito da foto : Mariana Gonçalves

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.