segunda-feira, 30 de Novembro de 2015 10:44h Atualizado em 30 de Novembro de 2015 às 10:49h.

CTA promove ações para o Dia Mundial de Luta contra a Aids

O Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) realizará ações no Dia Mundial de Luta Contra a Aids, nesta terça-feira (01/11)

A data foi instituída pela Assembléia da Organização Mundial de Saúde e referendada pela Organizações das Nações Unidos (ONU).  Em Divinópolis, 400 pessoas convivem com o vírus do HIV. De 2011 até momento, o CTA aponta acréscimo de 36% no número de pessoas infectadas.

O CTA distribui panfletos na região central da cidade para conscientizar a população nesta terça-feira. “Esta iniciativa acontecerá na Avenida 1º de Junho com rua São Paulo (Calçadão) e na Av. Getúlio Vargas, 550 (em frente á Policlínica). Nestes locais a população será orientada e será realizado a distribuição de panfletos e preservativos. Esta blitz educativa ocorrerá das 8h às 16h”, diz Francisca.

Paralelo a estas ações, na Policlinica e CTA, durante todo o dia, serão realizados Rápidos para HIV, Hepatites C. De acordo com o CTA, a intenção é envolver todo o público, levando informação e esclarecendo dúvidas.

O CTA/SAE é um serviço da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) que desempenha um papel estratégico na prevenção e no suporte as pessoas que apresentam DST/AIDS. O Centro de Testagem e Aconselhamento é composto por médicos, psicólogo, assistente social, farmacêutico, enfermeiros , técnicos de enfermagem e auxiliar de serviços. O CTA desenvolve palestras, blitz e visitas técnicas. Além de atender tanto a população, de forma individual, como a empresas que queiram levar mais informação a seus funcionários.

O CTA funciona de segunda a sexta-feira, sempre no horário comercial, na Av. Getúlio Vargas no nº 550. O telefone de contato é o 3221-3735.

De acordo com o Centro de Testagem e Aconselhamento da Secretaria Municipal de Saúde de Divinópolis (Semusa), órgão ligado a Diretoria de Atenção Básica,

Além dos 400 com o vírus da Aids, o Centro de Testagem e Aconselhamento de Divinópolis atende, ainda, a pacientes de 54 cidades da região. Deste público atendido, 1.077 são soropositivos.

Para a enfermeira Francisa Vanizia, responsável pelo CTA,  prevenção é a vigilância é o melhor caminho para evitar a doença.
“A maior incidência de transmissão da Aids é por meio do sexo. Esta protegido na hora deste ato é a melhor forma de se prevenir contra a doença. Daí  a necessidade de utilização dos preservativos tanto masculino como feminino”, explica Francisca.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.