quinta-feira, 25 de Junho de 2015 14:25h

Currículo em Debate reúne 1,8 mil profissionais da educação

A secretaria municipal de Educação (Semed) promoveu durante dois dias (24/06 e 25/06), o encontro com os profissionais da educação municipal de Divinópolis para discussão e elaboração do documento do Movimento Currículo em Debate

O evento direcionado aos profissionais da educação tem o objetivo de traçar o perfil da rede municipal e suas implicações pedagógicas na construção do currículo e integra o processo sobre a construção coletiva do currículo da rede de ensino.

O Movimento Currículo em debate surgiu em 2012, quando os servidores municipais apontaram a necessidade de uma discussão curricular ampla, percebendo as características da rede Municipal.

Nos dois dias, aproximadamente 1,8 mil servidores participaram das palestras e apontaram questionamentos e sugestões. Segundo a supervisora pedagógica da Gerência de Políticas Educacionais, Maria de Cássia Silveira Souza, as palestras abriram a construção de diretrizes. “Dentro dessa proposta do Currículo em Debate, o que almejamos é a construção das diretrizes curriculares para a rede, então por isso a necessidade de uma ampla discussão e envolvimento de todos”, destaca a supervisora.

A palestrante, consultora e assessora pedagógica, Ana Paula Braz, afirma que eventos como esse são grandes oportunidades para os profissionais e para a educação do município. “Aqui as pessoas podem refletir e manifestar sobre a experiência, o cotidiano, uma vez que a educação em rede demanda uma unidade, um projeto de identidade educativa. Pensando assim, considerando esse universo tão grande que engloba a educação, dar a oportunidade para todos participarem e colocarem sua voz no processo é realmente fantástico”, ressalta Ana Paula.

A professora da escola municipal Herbet de Souza, Dalila Ferreira Terra, ressaltou que aumentar o conhecimento a respeito do tema faz a diferença na sala de aula. “Poder participar da formação de um currículo para rede escolar é essencial para nossa profissão, uma vez que ele norteia nosso trabalho”, afirma a professora.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.