terça-feira, 27 de Maio de 2014 06:25h Atualizado em 27 de Maio de 2014 às 06:36h. Mariana Gonçalves

Demandas dos municípios mineiros são entregues ao legislativo estadual

Os resultados dos Encontros Regionais “Políticas Públicas e Corresponsabilidade Social”.

Os resultados dos Encontros Regionais “Políticas Públicas e Corresponsabilidade Social”, realizados entre 2012 e 2013 pelo Conselho Regional de Engenharia e Agronomia de Minas Gerais (Crea-Minas) e a Ouvidoria Geral do Estado de Minas Gerais (OGE), serão apresentados na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), na próxima quinta-feira.
O trabalho será exposto durante o Ciclo de Debates “Contribuição das Engenharias para o Desenvolvimento do Estado de Minas Gerais”, promovido pela ALMG. Os principais objetivos do ciclo de debates são apresentar e debater as propostas elaboradas por profissionais de engenharia e da agronomia durante os Encontros Regionais, realizados em 12 regiões de Minas.
De acordo com a inspetora chefe da inspetoria do Crea em Divinópolis, Virginia Margaret Martins, o documento contém as principais necessidades identificadas nos municípios durante os encontros. O diagnóstico se baseia em propostas dentro de cinco eixos temáticos: meio ambiente, rodovias, urbanicidade, impacto das chuvas e alimentos. O projeto mobilizou 60 cidades, 6.700 profissionais da área tecnológica, gerando 1.248 propostas.
A categoria que obteve mais propostas de melhoria em Divinópolis foi a temática rodovias. “Tivemos muitas propostas para a MG-050 e alguns trechos da BR-262 que está dentro da regional Centro-Oeste”, acrescenta a inspetora chefe do CREA.
Para Martins, o legislativo irá contribuir em muito com o desenvolvimento do Estado aceitando e validando os documentos enviados. “Esperamos que essas propostas sejam validadas dentro do legislativo para que, por meio dele, seja cumprido o que está acordado entre a Ouvidoria Geral do Estado e o Crea Minas no sentido de  melhorar  o desenvolvimento de Minas Gerais no âmbito da  engenharia”, completa.

 

 

 

RESPONSABILIDADES
Os encontros regionais originaram a produção de onze cadernos de propostas contendo as soluções para as demandas identificadas nas seguintes regiões: Vale do Aço, Nordeste, Norte, Noroeste, Triângulo Mineiro, Rio Grande, Sudeste, Sul, Centro-Sul, Centro-Oeste, Belo Horizonte e Regional Metropolitana. O documento especifica as atribuições e responsabilidades que competem a cada esfera de governo, as instâncias regionais, como agências, comitês e consórcios, além do Crea Minas. Os cadernos foram entregues em abril deste ano ao governo estadual e também foi repassado às prefeituras locais, aos profissionais registrados no Conselho, aos inspetores e coordenadores do órgão.

 

 

 

MONITORAMENTO
Em 2014 os Encontros Regionais entraram na segunda fase que é a de monitoramento. As propostas encaminhadas ao governo estão sendo acompanhadas na sua implementação e deverão pautar ações específicas quando dirigidas ao Crea, como, por exemplo, a realização de seminários e auxílio técnico. Cada uma das propostas pode ser acompanhada através do site http://www.crea-mg.org.br/encontros_regionais.

 

 

Crédito: Mariana Gonçalves

Leia Também

Imagem principal

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.