quarta-feira, 25 de Novembro de 2015 08:49h Atualizado em 25 de Novembro de 2015 às 08:56h. Thais Fernandes

Dia Nacional de Doadores de Sangue é comemorado no Hemominas

Hoje é o Dia Nacional dos Doadores de Sangue e será comemorado com homenagens e música boa

Hoje, 25 de novembro, é comemorado em todo o país o Dia Nacional dos Doadores de Sangue, sendo assim, o Hemominas Divinópolis está realizando uma comemoração onde fará homenagens aos doadores fidelizados e aos parceiros da fundação em forma de agradecimento.

Com inicio previsto para 9h e término, aproximadamente, às 10h, a equipe irá entregar camisas do Hemominas, além de certificados de diferentes categorias aos doadores e certificados de honra ao mérito para os parceiros. A responsável por relações públicas, Shirley Alves de Sousa Silva, esclareceu sobre as categorias dos certificados aos doadores, “este ano, classificamos os doadores fidelizados (aqueles que realizam doações continuamente, com, no mínimo, duas doações por ano) em 5 categorias, conforme a quantidade de doações, sendo necessário ter realizado uma doação ainda em 2015. Os doadores da classe Azul doaram entre 10 à 15 doações, a categoria Bronze para os doadores de 16 à 24 doações, a categoria Prata fica para aqueles que doaram entre 25 à 34 vezes, a categoria Ouro para doadores de 35 à 49 doações e a classe Diamante para aqueles doadores que doaram mais de 50 vezes, que, além do certificado, irão receber uma placa condecorativa, os nossos parceiros irão receber um certificado de honra ao mérito, todos os presentes irão ganhar também uma camisa da fundação Hemominas em forma de agradecimento à toda colaboração”, explicou.

A comemoração, além das homenagens, contará com a música do cantor Walter Cândido e, posteriormente, haverá um coffee break para os presentes. Os interessados em realizar doações deverão procurar um hemocentro mais próximo ou agendar através do numero 155, opção 8, ou pelo site http://www.hemominas.mg.gov.br/

 

 

Critérios para doação:

Requisitos básicos
» Estar em boas condições de saúde.
» Ter entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos.

» Pesar no mínimo 50 kg.
» Estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas).
» Estar alimentado (evitar alimentação gordurosa nas 4 horas que antecedem a doação).
» Apresentar documento original com foto, emitido por órgão oficial.

 

Impedimentos temporários
» Resfriado: aguardar 7 dias após desaparecimento dos sintomas.
» Gravidez
» 90 dias após parto normal e 180 dias após cesariana.
» Amamentação (se o parto ocorreu há menos de 12 meses).
» Ingestão de bebida alcoólica nas 12 horas que antecedem a doação.
» Tatuagem nos últimos 12 meses.
» Situações nas quais há maior risco de adquirir doenças sexualmente transmissíveis: aguardar 12 meses.
» Acre, Amapá, Amazonas, Rondônia, Roraima, Maranhão, Mato Grosso, Pará e Tocantins são estados onde há alta prevalência de malária. Quem esteve nesses estados deve aguardar 12 meses.

 

Impedimentos definitivos
» Hepatite após os 11 anos de idade.
» Evidência clínica ou laboratorial das seguintes doenças infecciosas transmissíveis pelo sangue: Hepatites B e C, AIDS (vírus HIV), doenças associadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas.
» Uso de drogas ilícitas injetáveis.
» Malária.
Respeitar os intervalos para doação
» Em Homens - 60 dias (máximo de 4 doações em um ano)
» Em Mulheres - 90 dias (máximo de 3 doações em um ano)

 

Créditos: Thais Fernandes

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.