quarta-feira, 6 de Janeiro de 2016 09:05h Atualizado em 6 de Janeiro de 2016 às 09:06h. Jotha Lee

Divinópolis arrecadou mais de R$ 1,6 milhão em multas de trânsito em 2015

Estacionamento rotativo rendeu aos cofres públicos mais de R$ 1,5 milhão

A prefeitura de Divinópolis faturou mais de R$ 3 milhões de janeiro a novembro do ano passado no trânsito. Foram R$ 1,5 milhão no estacionamento rotativo e mais de R$ 1,550 milhão com a aplicação de multas por infração ao Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Esses valores ainda serão acrescidos da arrecadação de dezembro, que ainda não foi disponibilizada no Portal Transparência da prefeitura.
De acordo com a Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (Settrans) as infrações de trânsito mais comuns em Divinópolis são estacionamento em local proibido (campeão em multas), avanço de sinal, parar em fila dupla, dirigir falando ao celular e excesso de velocidade. O balanço final das multas aplicadas no ano passado não foi informado pela Settrans, pois a servidora responsável pelo setor de estatística está de férias.
Embora o governo federal venha endurecendo as regras de trânsito, o número de multas não cai em Divinópolis. O aumento da frota é visto como um dos motivos para que os índices de multas continuem altos. A última medida adotada pelo governo no endurecimento das regras de trânsito entrou em vigor ontem. Agora, os direitos de pessoas com deficiência, idosos e usuários de transporte público deverão ser mais respeitados por condutores de veículos, que habitualmente não respeitam vagas especiais e ignoram os corredores exclusivos de ônibus.
Já estão vigorando duas mudanças no Código de Trânsito Brasileiro que alteram a punição para infrações como estacionamento em vagas especiais e o trânsito irregular nas faixas exclusivas para ônibus. Estacionar em vagas para idosos ou pessoas com deficiência deixa de ser infração leve e se torna grave, com multa de R$ 127,69 e cinco pontos na carteira de habilitação. Antes a multa era de R$ 53,20. O aumento é de 140%. O veículo flagrado nessas vagas fica ainda passível de remoção.
A penalidade para quem trafegar em faixas exclusivas de ônibus em horários fora do permitido se torna infração gravíssima, cuja multa é de R$ 191,84, com sete pontos. Até então, quando a faixa exclusiva ficava no lado direito da via — caso de Divinópolis — transitar indevidamente naquele espaço era considerado infração leve, com multa de R$ 53,20. Agora, a infração é gravíssima e o valor da punição subiu 260%.
 

 

FROTA
A frota de veículos de Divinópolis atingiu a 129.347 carros em novembro de 2015, segundo dados do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), que ainda não tem o levantamento completo do ano passado, já que os números relativos a dezembro ainda estão sendo processados. O levantamento mostra que de janeiro a novembro o número de emplacamentos de veículos na cidade subiu 3,63% em relação a todo o ano passado, quando a frota era de 124.814. Os automóveis são a maioria, com 73.028, ou 56,45% do total da frota, seguidos das motocicletas, com 27.792 (21,49%). O restante é composto por ônibus, caminhões, vans e triciclos.
De acordo com o Denatran, Divinópolis tem a nona maior frota de veículos de Minas Gerais, de acordo com os dados estatísticos fechados em todo o Estado em novembro. Para comportar o crescimento da frota, o município vem tomando algumas medidas e a mais recente foi o aumento do número de vagas do estacionamento rotativo, que será terceirizado esse ano.

 

Crédito: Jotha Lee

© 2009-2016. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.