quarta-feira, 1 de Abril de 2015 13:35h

Divinópolis registra um caso grave de dengue

O número de notificações também aumentou em relação ao último boletim da dengue

Os dados demonstrados revelam que o número de casos confirmados passou de 52 para 60. O número de notificações também aumentou e totalizam 223 casos suspeitos.

Somado ao crescimento semanal destes números outra fonte de preocupação foi o registro de um caso grave de dengue em Divinópolis. Ele ocorreu no mês de fevereiro no bairro Niterói e a pessoa infectada pelo vírus apresentou, além de febre, dor de cabeça, prostração e dores nas articulações, manifestações hemorrágicas e hipotensão arterial, porém, mesmo tendo sido recomendada a internação a paciente optou por ficar em casa com todos os cuidados e apresentar-se todos os dias no hospital para hidratação venosa e, hoje, passa bem.

“Reforçamos, mais uma vez, a necessidade da população ficar vigilante e promover a vistoria dos seus imóveis na procura de possíveis focos que possam servir para a proliferação do mosquito da dengue. Um bom momento é aproveitar dez minutos do feriado para o combate à dengue”, orienta Celina Pires, diretora de Vigilância em Saúde.

Noventa e três por cento dos focos estão nas residências e o LIRAa realizado no mês de março revelou que a cidade está com alto risco de epidemia de dengue. Apresentando um índice de infestação de 5,1 %, em média, bem acima do que é considerado aceitável pelo Ministério da Saúde que é 1%.

Em todas as regiões da cidade há registros de notificações de casos suspeitos de dengue. Os bairros com mais casos são o Centro (25); Icaraí (15); Belvedere (14), Niterói (07), São José (07), Interlagos (07) e Nossa Senhora das Graças (06).

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.