quinta-feira, 20 de Agosto de 2015 12:10h

Diviprev abre processo seletivo para médico do trabalho

O Instituto de Previdência dos Servidores do Município de Divinópolis (Diviprev) divulgou edital de abertura de processo seletivo nº. 01/2015 na página 13 da edição 1.563 do Diário Oficial dos Municípios Mineiros de 19 de agosto de 2015

São três vagas para médico do trabalho, que atuará na modalidade de perícia médica. A remuneração é R$ 83,63 por cada exame/perícia e será creditada em conta corrente no quinto dia útil do mês subsequente à prestação do serviço.

Para participar é preciso apresentar registro no Conselho Regional de Medicina (CRM) e título de especialista ou certificado de conclusão de residência médica na especialidade de medicina do trabalho.

“O processo seletivo vem atender à demanda por aposentadorias insalubres de médicos do trabalho do Diviprev em cumprimento da Súmula Vinculante nº 33 do Supremo Tribunal Federal (STF)”, disse a gerente de benefícios do Diviprev, Ana Flávia de Faria.

As inscrições serão recebidas até 8 de setembro de 2015, na Rua Rio de Janeiro, nº 426, sala 207, Centro, Divinópolis, Minas Gerais. O horário de atendimento ocorre das 8h às 10h30 e das 13h30 às 17h, em dias úteis.

Para classificar os participantes, o Diviprev realizará análise documental. Para mais informações, consulte o edital de processo seletivo publicado do Diário Oficial disponível em divinopolis.mg.gov.br.

O processo seletivo será composto pelas seguintes fases: divulgação de edital; inscrição dos interessados; análise das propostas/habilitação; divulgação do nome dos interessados, cuja documentação atende aos requisitos; fase recursal; divulgação da classificação dos interessados e homologação do resultado final.

O credenciamento terá termo no máximo 24 meses após a assinatura e é prorrogável de acordo com a necessidade do instituto.

Documentos necessários para inscrição:
·        carteira de identidade;

·        registro no CRM;

·        CPF;

·        diploma de graduação em medicina;

·        comprovante de regularidade de contribuição previdenciária;

·        alvará de funcionamento e comprovante atualizado de regularidade de recolhimento do Imposto sobre Serviço (ISS);

·        curriculum vitae;

·        certificado de conclusão de residência médica na área proposta, no caso de especialista, reconhecido pelo CRM.

© 2009-2017. Todos direitos reservados a Gazeta do Oeste. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.